Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/9624
Título: Implicações do contexto socioeconómico dos jovens nas suas percepções estéticas
Autores: Sousa, Óscar Conceição de, orient.
Lérias, Rita Paraíso
Palavras-chave: MESTRADO EM ENSINO DAS ARTES VISUAIS NO 3.º CICLO DO ENS. BÁSICO E SECUNDÁRIO
ENSINO DE ARTES VISUAIS
PERCEÇÃO VISUAL
CRIANÇAS
JOVENS
CULTURA
CONDIÇÕES SOCIOECONÓMICAS
VISUAL ARTS TEACHING
VISUAL PERCEPTION
CHILDREN
YOUNG PEOPLE
CULTURE
SOCIO-ECONOMIC CONDITIONS
Data: 2019
Resumo: Num mundo cada vez mais globalizado, as escolas apresentam uma variedade de condições sociais, culturais e religiosas que numa sala de aula podem dificultar o trabalho do professor de artes visuais. Tendo em conta esta realidade, a linha de investigação que irá ser adoptada tem como finalidade perceber até que ponto factores socioeconómicos podem intervir no pensamento estético-visual. Este estudo foi realizado com recurso à aplicação da entrevista e observação directa como instrumentos de pesquisa sociológica, tendo como sujeitos dois grupos. O primeiro, crianças a frequentar a Cooperativa Horizonte em regime de ATL. Foram seleccionados, pela Horizonte, mediante os objectivos do estudo, um grupo multicultural de seis crianças com idades compreendidas entre os 5 e os 10 anos, de origens socioeconómicas variadas. E numa fase posterior, um segundo grupo, alunos do 2º e 3º ciclos que frequentam os Salesianos, com idades compreendidas entre os 12 e os 15 anos. Através dos instrumentos de investigação utilizados, foi possível recolher dados relativos ao núcleo familiar e suas preferências, face a um conjunto de actividades. Conclui-se então, ser necessário desenvolver um trabalho sistemático e mais consistente, para que o aluno/jovem possa, pelo menos em âmbito escolar, privar com a arte e espaços por ela utilizados a fim de obter uma melhor interiorização e familiaridade com a arte, na sua verdadeira amplitude, possibilitando constituir em si uma consciência visual. Sendo a percepção estética uma capacidade intrínseca, não existe impedimento algum para que qualquer criança esteja capacitada para a apreciação estética de qualquer manifestação de arte. Apenas o parco contacto com a arte tem o papel castrador do interesse. Não se pode despertar a sensibilidade para a arte sem o contacto com a mesma. A realidade é que a maior parte das famílias não está desperta para a importância da arte na formação das crianças e muitos dos que o estão não têm acesso financeiro facilitado para a arte
In a increasingly globalized world, schools are facing a variety of social practices, cultures and religions that in a classroom can difficult the work of the visual arts teacher. Facing this reality, the adopted research line has as porpose understand how can socioeconomic factors are intervening in the aesthetic-visual thought. This study was performed using the interview and direct observation as instruments of sociological research having as sample two groups. The first group, children attending Cooperativa Horizonte under the ATL regime. This group has ben selected by Cooperativa Horizonte, attending to study objectives, a multicultural group of six children between the ages of 6 and 11, of diferent socioeconomic backgrounds. And at a later stage, a second group, of students of the 2nd and 3rd series with ages between 12 and 15 that attend the Salesians school. From the research used instruments, it was possible to collect information related to the family nucleus, preferences, towards a set of activities. It is therefore necessary to develop systematic and more consistent work, so that the student can at least in the school, depriving with the art and spaces used by it in order to obtain a better interiorization, and familiarity with art, in its true amplitude, in order to constitute in itself a visual consciousness. Since aesthetic perception is an intrinsic capacity, there is no impediment whatsoever for any child to be qualified for the aesthetic appreciation of any manifestation of art. Only restrictive contact with art has the interest castrating role. It is not possible to arouse sensitivity to art without the contact with art. The reality is that most families are not awake to the importance of art in the training of children and many of those who are have no easy financial access to art.
Descrição: Orientação: Óscar Conceição de Sousa
URI: http://hdl.handle.net/10437/9624
Aparece nas colecções:BIBLIOTECA - Dissertações de Mestrado
Mestrado em Ensino das Artes Visuais no 3.º Ciclo do Ens. Básico e Secundário

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese_Final_Rita_Lerias.pdf1.34 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.