Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/9621
Título: Associação entre a atividade física e o rendimento académico em estudantes do ensino superior
Autores: Santos, Rute Marina Roberto, orient.
Barbosa, Tiago Esgaio
Palavras-chave: MESTRADO EM EXERCÍCIO E BEM-ESTAR
DESPORTO
EDUCAÇÃO FÍSICA
ATIVIDADE FÍSICA
RENDIMENTO ESCOLAR
ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS
ENSINO SUPERIOR
SPORT
PHYSICAL EDUCATION
PHYSICAL ACTIVITY
ACADEMIC ACHIEVEMENT
COLLEGE STUDENTS
HIGHER EDUCATION
TERAPIA ASSISTIDA POR ANIMAIS
ANIMAL-ASSISTED THERAPY
Data: 2019
Resumo: Objetivo: A presente dissertação teve como objetivo principal analisar a associação entre a atividade física e o rendimento académico, em estudantes do ensino superior. Método: Este documento apresenta dois estudos: No primeiro fez-se uma revisão sistemática da literatura com o intuito de rever o conhecimento científico acerca da associação entre a atividade física e o rendimento académico em estudantes do ensino superior. O segundo estudo é um estudo observacional transversal, que contou com uma amostra de 521 estudantes portugueses do ensino superior que preencheram um questionário online sobre o estado sociodemográfico, o nível de atividade física (‘International Physical Activity Questionnaire’) e o seu rendimento académico. Resultados: Na revisão sistemática da literatura, sete estudos foram considerados elegíveis e selecionados para integrar a revisão, sendo que dois estudos (28,6 %) reportaram associações positivas diretas entre a atividade física e o rendimento académico, dois estudos (28,6 %) apresentam uma análise inversa entre as variáveis reportando associações positivas entre o rendimento académico e a atividade física, e por último, três estudos (42,8 %) não reportaram associações entre a atividade física e o rendimento académico. No estudo observacional transversal, não foram encontradas diferenças estatisticamente significativas entre grupos de atividade física para o rendimento académico (homens p=0,525; mulheres p=0,817), nem a atividade física foi um preditor significativo do rendimento académico elevado (p>0,05). Conclusões: Analisando os estudos que integraram a revisão sistemática da literatura, verifica-se que os resultados são inconsistentes e inconclusivos, ou seja, não existe evidência apontando numa só direção. Quanto ao estudo observacional, os resultados do presente estudo vêm corroborar outros três estudos analisados na revisão sistemática da literatura que verificaram que não existe uma associação entre a atividade física e o rendimento académico. Com isto, conclui-se que são necessárias mais investigações científicas capazes de clarificar estas associações, considerando as limitações encontradas na presente dissertação, conforme descritas nos manuscritos um e dois. Só assim conseguiremos evoluir o conhecimento nesta área.
Objective: The main objective of this dissertation was to analyze the association between physical activity and academic performance in university students. Method: This dissertation presents two studies: The first was a systematic review of the literature that summarizes the scientific knowledge on the association between physical activity and academic performance in university students. The second study is a crosssectional observational study, with 521 Portuguese university students who completed an online questionnaire about sociodemographic status, physical activity level (International Physical Activity Questionnaire) and academic performance. Results: In the systematic review of the literature, seven studies were considered eligible and selected to be included in the review. Two studies (28.6%) reported direct positive associations between physical activity and academic performance, two studies (28.6%) present an inverse analysis between variables reporting positive associations between academic performance and physical activity, and finally three studies (42.8%) did not report associations between physical activity and academic performance. In the cross-sectional observational study, no statistically significant differences were found between physical activity groups for academic performance (men p=0,525; women p=0,817), nor physical activity was a significant predictor of high academic performance (p> 0.05). Conclusions: Analyzing the studies that integrated the systematic review of the literature, it is verified that the results are inconsistent and inconclusive, as there is no evidence pointing in one single direction. As for the observational study, the results corroborate three other studies analyzed in the systematic review of the literature that had verified that there was no association between physical activity and academic performance. With this, it is concluded that more research is need to clarify the nature of the association between physical activity and academic performance, considering the limitations found in the present dissertation, as described in the manuscripts one and two.
Descrição: Orientação: Rute Marina Roberto Santos
URI: http://hdl.handle.net/10437/9621
Aparece nas colecções:BIBLIOTECA - Dissertações de Mestrado
Mestrado em Exercício e Bem-Estar

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao Tiago Barbosa.pdfDissertação de Mestrado6.35 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.