Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10437/9562
Título: Instituto Inhotim: a experiência de um complexo museológico e suas relações com a arte contemporânea, o meio ambiente e o desenvolvimento humano
Autores: Santos, Maria Célia Teixeira Moura, orient.
Taboada, Cynthia Elias
Palavras-chave: DOUTORAMENTO EM MUSEOLOGIA
MUSEOLOGIA
MUSEUS
ARTE CONTEMPORÂNEA
JARDINS BOTÂNICOS
SOCIOMUSEOLOGIA
BRASIL
MUSEOLOGY
MUSEUMS
CONTEMPORARY ART
SOCIOMUSEOLOGY
BRAZIL
ESTUDOS DE CASO
INSTITUTO INHOTIM
CASE STUDIES
INSTITUTO INHOTIM
Data: 2018
Resumo: Trata-se de estudo versando sobre o Instituto Inhotim, museu de arte contemporânea a céu aberto e Jardim Botânico, localizado em Brumadinho, Minas Gerais, criado a partir da coleção particular de Bernardo Paz, e que atualmente se configura como uma OSCIP – Organização da Sociedade Civil de Interesse Público. O estudo propõe detalhar a criação e trajetória da instituição em seus eixos de atuação - arte, botânica e meio ambiente, educação e inclusão social – a partir de sua dinâmica institucional, entre 2002 e 2018. Analisa o processo de musealização que põe em diálogo a arte e a natureza, e os percursos desenhados no território, bem como sua interlocução com o entorno, criando perspectivas de desenvolvimento humano. Aborda a experiência de Inhotim em interação com antecedentes históricos da arte contemporânea e da Nova Museologia, posicionando-o como um complexo museológico contemporâneo construído na interrelação entre diversos campos do conhecimento e o Patrimônio Integral. Nele, se inserem: as contradições dos tempos contemporâneos, preocupações ambientais, a atenção ao desenvolvimento local, a expansão das coleções, disputas por recursos e a busca pela experiência estética do belo através do eixo arte-paisagem. Conclui sobre a potencialidade entrecruzada de estabelecer laços com a Sociomuseologia, partilhar estratégias e criar processos de gestão vocacionados a cumprir a função social dos museus, possível em quaisquer cenários, da museologia e tantos outros, assim engajados.
It is a study about the Inhotim Institute, open-air contemporary art museum and Botanical Garden located in Brumadinho, Minas Gerais, created from the private collection of Bernardo Paz, that is currently configured as an OSCIP – Civil Society Organization of Public Interest. The study proposes to detail the institution creation and trajectory in its axes of action – art, botany and environment, education, social inclusion – based on its institutional dynamics, between 2002 and 2018. It analyzes the process of musealization that puts in dialogue art and nature, and the paths designed over the territory, as well as its interlocution with surroundings, creating perspectives of human development. It addresses the experience of Inhotim in interaction with historical antecedents of contemporary art and New Museology, positioning it as a contemporary museological complex built in the interrelations between several fields of knowledge and the Integral Heritage. In it, meets together: the contradictions of contemporary times, environmental concerns, attention to the local development, the expansion of collections, disputes over resources and the search for the aesthetic experience of the beautiful through the art-landscape axis. The study concludes on the cross-linked potential of establishing links with the Sociomuseology, share strategies and create management processes aimed at fulfilling the social role of the museums, possible in any scenario, museological and many others, thus engaged.
Descrição: Orientação: Maria Célia Teixeira Moura Santos
URI: http://hdl.handle.net/10437/9562
Aparece nas colecções:Biblioteca - Teses de Doutoramento
Doutoramento em Museologia

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Final Cynthia Taboada 2018.pdfTese de Doutoramento52.1 MBAdobe PDFVer/Abrir
ANEXOS_compressed_compressed_compressed.pdfAnexos59.32 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.