Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10437/9434
Título: As representações mediáticas da violência nas relações de intimidade
Autores: Machado, Andreia Patrícia Guimarães, orient.
Silva, Flávia Cristina Pereira da
Palavras-chave: MESTRADO EM PSICOLOGIA DA JUSTIÇA
PSICOLOGIA
VIOLÊNCIA NAS RELAÇÕES DE INTIMIDADE
MEIOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL
PSYCHOLOGY
INTIMATE PARTNER VIOLENCE
MEDIA
Data: 2018
Resumo: Os média, enquanto elementos de mediação social, têm um grande impacto na perceção do público pelo modo como retratam a violência nas relações de intimidade. O presente estudo é de cariz qualitativo e visa, através da análise temática de notícias (n = 44), a caracterização da violência nas relações de intimidade, dos seus intervenientes e a identificação dos discursos existentes acerca da violência. Os resultados demonstram que os homens são maioritariamente vítimas de violência física e as mulheres de violência psicológica. De igual modo evidenciaram a existência de estereótipos em torno do consumo de substâncias e da violência sexual e a transmissão de discursos desculpabilizadores e normalizadores da violência. As implicações práticas prendem-se com uma caracterização mais fidedigna deste fenómeno, das vitimas e perpetradores/as e uma maior consciencialização do homem como vítima e da mulher como agressora.
The media as an element of social mediation have an important implication in people’s perception, by the way they portray the intimate partner violence. The intent of this qualitative study is identify, through the thematic analysis of news (n = 44), the description about intimate partner violence, their protagonists, and the speeches about violence. The results obtained highlight that, men are mostly victims of physical violence, while women are of psychological violence. It was also possible to identify stereotypes related to substance abuse and sexual abuse and exculpatory and normalized factors of violence. The practical implications of this study are a better and accurate characterization of the phenomenon, their victims and perpetrators and it is also expected a greater awareness of men as victims and women as perpetrator.
Descrição: Orientação: Andreia Machado
URI: http://hdl.handle.net/10437/9434
Aparece nas colecções:Biblioteca - Dissertações de Mestrado
Mestrado em Psicologia da Justiça

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
dissertação Flávia Silva.pdfDissertação de Mestrado766.4 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.