Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10437/9268
Título: Flow e bem-estar na utilização das redes sociais : realidade ou ficção?
Autores: Ferreira, Maria José Pereira, orient.
Xavier, Adriana Gomes
Palavras-chave: MESTRADO EM PSICOLOGIA CLÍNICA E DA SAÚDE
PSICOLOGIA
PSICOLOGIA CLÍNICA
BEM-ESTAR
BEM-ESTAR SUBJETIVO
BEM-ESTAR PSICOLÓGICO
REDES SOCIAIS
PSYCHOLOGY
CLINICAL PSYCHOLOGY
WELLNESS
SUBJECTIVE WELL-BEING
PSYCHOLOGICAL WELL-BEING
SOCIAL NETWORKS
Data: 2018
Resumo: Na contemporaneidade, temos presenciado à importância crescente da internet na vida dos indivíduos. As redes sociais, desde a sua criação, têm aumentado o número de utilizadores, estando a tornar-se numa das mais frequentes ferramentas de interação social. No entanto, não é ainda claro o impacto que estas plataformas têm na qualidade da experiência subjetiva e no bem-estar dos indivíduos. O presente estudo tem assim como objetivo principal analisar as experiências de flow na utilização das redes sociais e compreender o impacto que essas experiências têm no afeto, na satisfação e no bem-estar dos seus utilizadores. Participaram neste estudo 150 indivíduos adultos, 75 de cada sexo, com idades que variam desde os 18 aos 65 anos, com uma média das idades de 27,51 anos. Os participantes responderam a um questionário sociodemográfico e às versões portuguesas do Questionário de Flow, à Escala de Satisfação com a Vida, ao PANAS - Positive and Negative Affect Schedule, e à versão reduzida das Escalas de Bem-Estar Psicológico. Os resultados obtidos, de modo geral, confirmam as hipóteses formuladas. Verificou-se que os níveis de flow associam-se e têm um efeito significativo quer no bem-estar psicológico, quer no bem-estar subjetivo. Os preditores significativos da experiência de flow na utilização das redes sociais são a frequência de utilização das redes e o bem-estar psicológico. Já o bem-estar subjetivo, que inclui a satisfação com a vida, o afeto positivo e o afeto negativo, não surge como preditor significativo da experiência de flow. Este estudo permitiu-nos avaliar as dimensões do Flow, a qualidade da experiência subjetiva e os níveis de bem-estar associados à utilização das redes sociais num grupo de indivíduos adultos.
In modern times, we have witnessed an increasing importance in individuals’ lives. Social networks since their inception, have increased the number of users, becoming one of the most commun tools of social interaction. However, it is not yet clear what impact these plataforms have on the quality of subjetive experience and the well-being of the individuals. The main purpose of this study is to analyze the experiences of flow in the uses of social networks and to understand the impact that these experiences have on the affection, satisfaction and well-being of its users. In this study, took part 150 adults, 75 of each gender, between the ages of 18 to 65 years, with a mean age of 27,51 of age. Participants completed a sociodemographic questionnaire and the Portuguese versions of the Flow Questionnaire, Satisfaction With Life Scale, the PANAS – Positive and Negative Affect of Schedule and a reduced version of the Psychological Well-Being Scales. In general, the results obtained confirm the assumptions made. It has found out that the levels of flow are associated and have a significant effect on both psychological well-being and subjectives well-being. The significant predictors of the flow experience in the use of social networks are the frequency of network used and the psychological well-being. On the other hand, subjeticve well-being, which includes life satisfaction, the positive and negative affect does not appear as a significant predictor of the flow experience. This study enabled us to evaluate the dimensions of Flow, the quality of the subjective experience and the levels of well-being associated with the use of the social networks in a group of adults individuals.
Descrição: Orientação: Maria José Pereira Ferreira
URI: http://hdl.handle.net/10437/9268
Aparece nas colecções:Biblioteca - Dissertações de Mestrado
Mestrado Em Psicologia Clínica e da Saúde

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Adriana Gomes Xavier impressao tese 23 novembro.pdfDissertação de Mestrado516.44 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.