Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/8530
Título: A relação entre a vinculação e perturbação pós-stress traumático em jovens com história de trauma
Autores: Jongenelen, Inês, orient.
Guedes, Denise Filipa da Costa
Palavras-chave: MESTRADO EM PSICOLOGIA CLÍNICA E DA SAÚDE
PSICOLOGIA
PSICOLOGIA CLÍNICA
PERTURBAÇÃO DE STRESS PÓS-TRAUMÁTICO
VINCULAÇÃO
JOVENS
TRAUMAS
PSYCHOLOGY
CLINICAL PSYCHOLOGY
POST-TRAUMATIC STRESS DISORDER
ATTACHMENT
YOUNG PEOPLE
TRAUMAS
Data: 2017
Resumo: A presente dissertação teve como objetivo avaliar a relação entre a vinculação e Perturbação Pós-Stress Traumático (PPST) em jovens residentes em casas de acolhimento. Foi também utilizado um grupo de comparação do meio natural de vida, com semelhanças ao nível socioeconómico. A novidade do estudo prendeu-se com: a utilização de uma amostra em que foi exposta a pelo menos um acontecimento traumático ao longo da vida ou a uma experiência adversa (preenchimento do critério A de PPST), bem como a utilização de dois instrumentos, quer da avaliação do trauma quer da avaliação de sintomas de PPST, tendo por base os critérios do DSM-V. Método: O estudo incluiu 189 jovens, dos quais 123 (65.1%) eram estudantes do ensino profissional e 66 (34.9%) eram residentes em Casas de Acolhimento, com idades compreendidas entre 13 e os 17 anos (M = 16.06; DP = 1.23). Os instrumentos administrados foram: Questionário Sócio-Demográfico; Lista de Experiências Traumáticas para DSM-V, Child PPST Symptom Scale – V; Experiências nas Relações Próximas- Estruturas relacionais -ECR-RS e o inventário de sintomas psicopatológicos- BSI. Resultados:Com base nos resultados apresentados a vinculação explicou a variância da PPST, no entanto depois de incluídos na equação os sintomas de depressão e ansiedade esta perdeu a significância. Conclusões: A vinculação não parece ter uma relação direta com a PPST mas sim uma relação indireta, onde outras variáveis que poderão moderar/mediar esta relação. É necessário capacitar os técnicos das instituições do seu papel central ao nível da prestação de cuidados destes jovens podendo estes funcionar como uma “base segura” para estes adolescentes, abrindo a possibilidade de uma reorganização dos modelos internos dinâmicos destes jovens no sentido adaptativo.
The present dissertation aims at evaluating the relation between attachment and Traumatic Stress Disorder (PTSD) in young people living in shelters. A comparison group of the natural environment was also used, with similarities at the socioeconomic level. One novelty of the study was: using a sample in which it has been exposed to at least one traumatic development over a lifetime or an adverse experience (fulfillment of PTSD criteria A), as well as a use of two instruments, both of trauma assessment and symptom assessment of PTSD, based on DSM-V criteria. Method: The study included 189 young people, of whom 123 (65.1%) were professional education students and 66 (34.9%) were residents of Shelter Houses, aged 13 to 17 years old (M = 16, 06, SD = 1.23). The instruments administered were: socio-Demographic Questionnaire; List of Traumatic Experiences for DSM-V, Scale of Symptoms PTSD Child - V; The relationship structures ECR-SR and Brief symptom inventory- BSI. Results: Based on the results found, the attachment explained the variance of PTSD, in addition of a component in the equation of the symptoms of depression and anxiety this lost the significance. Conclusions: The attachment does not seem to have a direct relation with a PTSD but rather an indirect one, where other variables seem to moderate / mediate this relation. It is necessary to train institution technicians in their central role as the "safe base" for these adolescents, opening up a possibility of a reorganization of the dynamic internal models of these young people in the adaptive sense.
Descrição: Orientação: Inês Martins Jongenelen
URI: http://hdl.handle.net/10437/8530
Aparece nas colecções:BIBLIOTECA - Dissertações de Mestrado
Mestrado Em Psicologia Clínica e da Saúde

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
FINAL 2017 GUEDES.pdfDissertação de mestrado450.27 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.