Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10437/8392
Título: Satisfação das necessidades psicológicas básicas, satisfação e fadiga por compaixão e atitudes perante a morte em enfermeiros
Autores: Gonzalez, Barbara Isabel Dinis, orient.
Santos, Ana Catarina Oliveira
Palavras-chave: MESTRADO EM PSICOLOGIA CLÍNICA E DA SAÚDE
PSICOLOGIA
PSICOLOGIA DA SAÚDE
FADIGA
MORTE
ENFERMEIROS
PSYCHOLOGY
HEALTH PSYCHOLOGY
FATIGUE
DEATH
NURSES
Data: 2016
Resumo: Este estudo teve como objetivo analisar as variáveis satisfação das necessidades básicas, atitudes face à morte e satisfação e fadiga por compaixão em enfermeiros que lidam com a morte. Trata-se de um estudo comparativo, de natureza quantitativa e de cariz transversal, que compara enfermeiros que trabalham nos cuidados paliativos com enfermeiros que trabalham nas Urgências, nestas variáveis. Participaram 84 enfermeiros, com idades compreendidas entre os 23 e os 58 anos de idade (M = 32.23; DP = 7.75). Foram utilizados os seguintes instrumentos de avaliação: Escala de Satisfação das Necessidades Básicas (Sousa, Ribeiro, Palmeira, Teixeira & Silva, 2012), ProQOL5 (Carvalho & Sá, 2011), Escala do Perfil de Atitudes Perante a Morte (Loureiro, 2010) e um Questionário sociodemográfico. Os resultados mostram que não existem diferenças entre os dois tipos de enfermeiros ao nível das dimensões em estudo e que se confirma que a satisfação das necessidades psicológicas básicas está negativamente associada à fadiga por compaixão e ao burnout. Conclui-se, ainda, que a satisfação das necessidades básicas e as atitudes perante a morte são preditoras do burnout e da satisfação por compaixão, não o sendo da fadiga por compaixão.
This study aimed to analyze the psychological implications of the following variables: satisfaction of basic psychological needs, attitudes towards death, and satisfaction and fatigue compassion, in nurses that deal with death. This is a comparative, quantitative and cross-sectional study aimed at comparing nurses working in palliative care and those who work in the urgencies in the aforementioned psychological variables. A total of 84 nurses, aged between 23 and 58 years (M = 32.23; DP = 7.75), participated in the study. The assessment instruments used were: Basic Needs Satisfaction Scale (Sousa, Ribeiro, Palmeira, Teixeira & Silva, 2012), ProQOL5 (Carvalho & Sá, 2011), Attitudes towards Death Scale (Loureiro, 2010) and a Sociodemographic Questionnaire. The results show that there are no differences between the two types of nurses in the studied dimensions and that the satisfaction of basic psychological needs is negatively associated with compassion fatigue and burnout. It is also concluded that satisfaction of basic needs and attitudes toward death are predictive of burnout and compassion satisfaction, but not of compassion fatigue.
Descrição: Orientação: Barbara Gonzalez
URI: http://hdl.handle.net/10437/8392
Aparece nas colecções:Biblioteca - Dissertações de Mestrado
Mestrado em Psicologia Clínica e da Saúde

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Ana Santos Final com júri.pdfDissertação de Mestrado1.48 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.