Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/7822
Título: As atitudes dos alunos do 2º e 3º ciclos do ensino básico face à inclusão dos seus pares com deficiência nas aulas de educação fisica : o género e o contacto anterior com os alunos com necessidades educativas especiais
Autores: Leitão, Francisco Alberto Ramos, orient.
Garcia, Cristiana Isabel Gomes
Palavras-chave: MESTRADO EM ENSINO DA EDUCAÇÃO FÍSICA NOS ENS. BÁSICO E SECUNDÁRIO
DESPORTO
EDUCAÇÃO FÍSICA
INCLUSÃO ESCOLAR
NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS
ATITUDES
ENSINO BÁSICO 2º CICLO
ENSINO BÁSICO 3º CICLO
GÉNERO
SPORT
PHYSICAL EDUCATION
SCHOOL INCLUSION
SPECIAL EDUCATIONAL NEEDS
ATTITUDES
PRIMARY EDUCATION
SECONDARY EDUCATION
GENDER
Data: 2016
Resumo: O presente estudo, intitulado “As atitudes dos alunos do 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico face à inclusão dos seus pares com deficiência nas aulas de educação física – o género e o contacto anterior com os alunos com N.E.E.”, analisa se o género influência as atitudes dos alunos em relação à inclusão dos alunos com N.E.E. nas aulas de educação física em torno dos ciclos supracitados. A noção de escola inclusiva tem vindo a afirmar-se, sendo a inclusão uma questão de direitos e valores que são adquiridos maioritariamente nestas instituições. A mudança e a construção destas escolas, é também uma tarefa dos professores e encarregados de educação, sendo o principal objetivo ser para todos e de todos. A amostra do estudo é constituída por 878 alunos com contacto em anos anteriores com a deficiência e tem idades compreendidas entre os 10 e os 18 anos, apresentando uma média de idades de 13 (±1,47), incluindo 425 (48,4%) de alunos do género masculino e 453 (51,6%) do género feminino. Além disso, 252 (28,7%) dos alunos frequentam o 2º Ciclo do ensino básico, enquanto, 626 (71,3%) frequentam o 3º Ciclo do ensino básico. O instrumento utilizado foi o questionário “A atitude dos alunos sobre a inclusão dos seus pares com deficiência” (Leitão, AID-EF, 2014), que tem como base a Teoria do Comportamento Planeado (Ajzen, 1991) e é composto por dezasseis itens de resposta fechada numa escala de Likert adaptada, com seis parâmetros (1-6). As conclusões do estudo revelam a existência de diferenças significativas nas dimensões das atitudes desfavoráveis, crenças normativas e crenças de controlo interno na amostra dos alunos que já tiveram contacto com a deficiência em anos anteriores, entre o género masculino e o género feminino; quanto às atitudes favoráveis e as crenças de controlo externo não se verifica a existência de diferenças significativas. Estes resultados destacam que o género feminino é mais disponível para ajudar, cooperar, apoiar e interagir com os seus pares com deficiência, do que o género masculino.
This study, entitled "The attitudes of students in the 2nd and 3rd cycles of Basic Education in view of the inclusion of their disabled peers in physical education classes - gender and previous contact with students with special educational needs", intends to analyze if The gender influence the attitudes of students in relation to the inclusion of students with SEN In physical education classes around the aforementioned cycles. The school plays a key role in the development of students, as it is in this institution that children and young people spend most of their time. The notion of inclusive school has been affirmed, with inclusion being a question of rights and values that are acquired mainly in these institutions. The change and the construction of these schools is also a task for teachers and guardians, and the main objective is for everyone. The study sample comprised 878 students with previous years' contact with the disability, aged 10-18 years, with a mean age of 13 (± 1.47), including 425 (48.4%) male students and 453 (51.6%) of the female gender. In addition, 252 (28.7%) of the students considered in the sample attend the 2nd Cycle of basic education, while, 626 (71.3%) attend the 3rd Cycle of basic education. The instrument used was the questionnaire "The attitude of students about the inclusion of their peers with disabilities" (Leitão, AID-EF, 2014), which is based on the Theory of Planned Behavior (Ajzen, 1991) and consists of sixteen items of closed response on an adapted Likert scale, with six parameters (1-6). The conclusions oh the study reveal the existence of significant differences in the dimensions of unfavorable attitudes, normative beliefs and internal control beliefs in the sample of students who have had contact with the deficiency in previous, wears, between the masculine gender and the feminine gender; while the favorable attitudes and the beliefs of external control do not verify the existence of significant differences. These results highlight that the female gender is more available to help, cooperate, support and interact with their peers with disabilities, than the male gender.
Descrição: Orientação: Francisco Alberto Ramos Leitão
URI: http://hdl.handle.net/10437/7822
Aparece nas colecções:BIBLIOTECA - Dissertações de Mestrado
Mestrado em Ensino da Educação Física nos Ens. Básico e Secundário

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Cristiana-Garcia_Tese-Mestrado_Francisco-Ramos_2016.pdfDissertação de Mestrado1.54 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.