Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10437/7820
Registo completo
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorCabral, Joana, orient.
dc.contributor.authorGalvão, Ana Patrícia Lourenço
dc.date.accessioned2017-03-30T17:39:32Z
dc.date.available2017-03-30T17:39:32Z
dc.date.issued2016
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10437/7820
dc.descriptionOrientação: Joana Maria Barreto Ramos de Almeida Cabralpt
dc.description.abstractO presente estudo pretende explorar a relação entre a desigualdade percebida e a perpetração de violência no contexto das relações de intimidade. Os participantes tinham idades compreendidas entre os 18 e os 72 anos (M =29,97, D.P. = 12,46) sendo 138 do sexo feminino (80,2%) e 34 do sexo masculino (19,8%). Administraram-se os seguintes instrumentos: Instrumento de Desigualdade Percebida (IDP, Antunes, Ferreira, Moreira, Pasion& Cabral, 2016 – versao para investigação), Questionário Experiências de Vitimação na Idade Adulta (QEVIA, Lisboa, Barroso, Patrício & Leandro, 2009; adaptado por Cabral, Coelho, Galvão e Moreira, 2016 – versão para investigação) e o Inventário de Experiências de Discriminação (IED, Antunes, Ferreira & Cabral, 2016 – versão para investigação). Os resultados sugerem que a desigualdade e a discriminação percebidas são preditores de perpetração na relação íntima, como também, os recursos materais e económicos percebidos e o estatuto social percebido predizem VRI. Este estudo sublinha a importância da desigualdade social percebida como factor de risco para a perpetração em contexto de relação de intimidade.pt
dc.description.abstractThis study aims to explore the relationship between perceived inequality and the perpetration of violence in the context of intimate relationships. Participants were aged between 18 and 72 years (M = 29.97, SEM = 12.46) and 138 female (80.2%) and 34 males (19.8%). The following instruments were administered: Inequality Perceived Instrument (IDP, Antunes Ferreira, Moreira, Pasion& Cabral, 2016 - version for research) Questionnaire of Victimization Experiences in Adulthood (QEVIA, Lisbon, Barroso, Patrício & Leandro, 2009 , adapted by Cabral, Coelho, Galvao and Moreira, 2016 - version for research) and the Inventory of Discrimination Experiences (IED, Antunes Ferreira & Cabral, 2016 - version for research). The results suggest that perceived inequality and discrimination are predictive of perpetration intimate relationship, bu talso materials and economic resources and perceived social status are predictive of VRI. This study underlines the importance of perceived social inequality as a risk factor for the perpetration in the context of intimate relationship.en
dc.formatapplication/pdf
dc.language.isoporpt
dc.rightsopenAccess
dc.subjectMESTRADO EM PSICOLOGIA CLÍNICA E DA SAÚDEpt
dc.subjectPSICOLOGIApt
dc.subjectPSYCHOLOGYen
dc.subjectPSICOLOGIA CLÍNICApt
dc.subjectCLINICAL PSYCHOLOGYen
dc.subjectDESIGUALDADES SOCIAISpt
dc.subjectSOCIAL INEQUALITIESen
dc.subjectVIOLÊNCIA NAS RELAÇÕES DE INTIMIDADEpt
dc.subjectINTIMATE PARTNER VIOLENCEen
dc.subjectRELAÇÕES DE INTIMIDADEpt
dc.subjectINTIMATE RELATIONSHIPen
dc.titleDesigualdade social como factor de risco para perpetração de violência íntimapt
dc.typemasterThesispt
dc.identifier.tid201533928
Aparece nas colecções:Biblioteca - Dissertações de Mestrado
Mestrado Em Psicologia Clínica e da Saúde

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação PatríciaGalvão_Desigualdade Social_Final.pdfDissertação de Mestrado721.56 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.