Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/7584
Título: Estudo caracteristico dos tumores mamários da cadela – perspectivas e enquadramento clínico
Autores: Viegas, Inês, orient.
Silva, Daniel Alexandre Pascoal da
Palavras-chave: MESTRADO INTEGRADO EM MEDICINA VETERINÁRIA
VETERINÁRIA
CANÍDEOS
CANIDS
NEOPLASIAS
NEOPLASMS
GLÂNDULAS MAMÁRIAS
MAMMARY GLANDS
PORTUGAL
ANÁLISE DE SOBREVIVÊNCIA
SURVIVAL ANALYSIS
MEDICINA VETERINÁRIA
VETERINARY MEDICINE
Data: 2016
Resumo: Os tumores da glândula mamária são a neoplasia mais frequente na cadela. A maior incidência ocorre entre os 10 e 11 anos e cerca de 65 a 70% das lesões ocorrem nas mamas abdominais caudais e inguinais. Não existem factores de risco claros e consensuais para o desenvolvimento dos TMC, no entanto, os factores endócrinos, factores genéticos, alimentação e estilo de vida são factores a ter em conta. A apresentação clínica mais frequente é o aparecimento de 1 ou mais nódulos mamários, de dimensões variáveis e facilmente detectados ao exame físico cuidadoso da glândula mamária. O diagnóstico é feito com base no exame clínico e exames complementares. O diagnóstico definitivo é realizado através da análise histopatológica, que nos permite identificar claramente a patologia, excluir os possíveis diagnósticos diferenciais, classificar os TM com base no tipo histológico, determinar o prognóstico e planear tratamento. Existem várias opções terapêuticas mas a de eleição na maioria dos casos é o tratamento cirúrgico. Os objectivos deste trabalho são avaliar a existência de factores predisponentes para o aparecimento de tumores mamários em cadelas e o prognóstico, com base na análise do tempo de sobrevida e intervalo livre de doença neoplásica. Foi realizado um estudo retrospectivo observacional, que incluiu 47 cadelas com alterações na glândula mamária, que tinham sido submetidas a excisão cirúrgica e posterior análise histopatológica. Foram obtidas 27 neoplasias malignas (58%), 18 neoplasias benignas (38%) e 2 hiperplasias (4%) avaliando-se os parâmetros clínicos e histopatológicos. De forma a avaliar o tempo de sobrevida e o intervalo livre de doença neoplásica foi analisado o seguimento clínico após a mastectomia durante um período mínimo de 12 meses e no máximo até aos 65 meses. Através da análise estatística dos resultados, os parâmetros associados à malignidade com relações significativas foram: necrose; ulceração; crescimento infiltrativo; invasão vascular e metástases nos linfonodos. As variáveis associadas ao maior tempo de sobrevida e a maiores intervalos livre de doença neoplásica foram: idade <9 anos; nódulos com tamanho <3 cm e entre 3-5 cm; ausência de ulceração; ausência de necrose; ausência de crescimento invasivo e infiltrativo e ausência de metástases nos linfonodos.
The mammary gland tumors are the more frequent neoplasm int the female dog. The incidence is higher between the 10th and 11th year of age and about 65 to 70% of the lesions occur in the caudal and inguinal mammary glands. There are no clear and consensual risk factors to the development of the mammary gland tumors, however endocrine and genetic factors as well as dietary and lifestyle factors appear to play an important role in this condition. The most commom clinical presentation is the appearence of one or more mammary nodules of various sizes that are easely detected in a thorough physical exam. The diagnosis is achieved based on the physical exam and complementary diagnostic tests. The definitive diagnosis is made based on the histopathological analysis that allows us to clearly identify the pathology, exclude the other differetial diagnosis, classify the mammary gland tumors based on their histological grade, determine the prognosis and plan the treatment. There are various treatment options but the treatment of choise in most cases is the surgical one. The objectives of this thesis are to evaluate the existance of predisposing factors to the development of mammary gland tumors in the female dog and the prognosis based on the analysis of the survival time and the neoplastic disease free interval. A retrospective observational study was conducted that included 47 female dogs with nodules in the mammary gland, that had surgically excised them and later performed a histopathological analysis of the nodules. From the clinical and histopathological analysis, 27th malignant neoplasms (58%), 18 benign neoplasms (38%) and 2 mammary gland hyperplasias (4%), were obtained. In order to evaluate the survival time and the neoplastic disease free interval, the clinical follow up after the mastectomy was analysed during a period of at least 12 months and no greater than 65 months. The parameters with significant relation with maligancy were: necrosis, ulceration, infiltrative growth, vascular invasion and lymphnode metastasys. The variables associated with longer survival time and neoplastic disease free intervals were: age <9 years, nodule size < 3 cm and between 3 and 5 cm, absence of ulceration, absence of necrosis, absence of invasive and infiltrative growth and absence of lymph node methastasis.
Descrição: Orientação : Inês Viegas
URI: http://hdl.handle.net/10437/7584
Aparece nas colecções:BIBLIOTECA - Dissertações de Mestrado
Mestrado Integrado em Medicina Veterinária

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Versão Final Daniel Silva 7 Dezembro.pdfDissertação de Mestrado1.65 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.