Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/7381
Título: Capital psicológico positivo e engagement no trabalho: estudo de caso
Autores: Campos, Isabel Maria Vilaça Tavares de, orient.
Alves, Vera Lúcia dos Santos
Palavras-chave: MESTRADO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS
PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL
CULTURA ORGANIZACIONAL
ORGANIZATIONAL PSYCHOLOGY
ORGANIZATIONAL CULTURE
ESTUDOS DE CASO
CASE STUDIES
GESTÃO
MANAGEMENT
GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS
HUMAN RESOURCES MANAGEMENT
Data: 2015
Resumo: A presente investigação tem como objetivo central compreender a relação entre o capital psicológico positivo e o engagement no trabalho, numa amostra de 112 trabalhadores de uma empresa do setor metalúrgico. Procura igualmente avaliar se as variáveis sociodemográficas dos respondentes determinam diferenças significativas nos níveis de capital psicológico e nos de engagement no trabalho. Os participantes no estudo foram inquiridos por meio de questionário, composto pela escala Utrech Work Engagement Scale (para avaliação do engagement no trabalho), pelo PsyCap Questionnaire (para determinação do capital psicológico positivo) e por um conjunto de questões de caraterização demográfica e profissional. Os resultados obtidos evidenciam níveis elevados de capital psicológico positivo e de engagement no trabalho, bem como uma relação positiva entre os dois constructos em análise. Estes resultados sugerem que o investimento no otimismo, na resiliência, na perceção de autoeficácia e na esperança resultam em maiores níveis de engagement dos colaboradores organizacionais.
This research was aimed to understanding the relationship between the positive psychological capital and work engagement, on a sample of 112 workers of a company in the metallurgical sector. It also seeks to assess whether the sociodemographic variables of the respondents determine significant differences in levels of psychological capital and of work engagement. Study participants were surveyed using a questionnaire, consisting on the Utrecht Work Engagement Scale (for work engagement assessment), the PsyCap Questionnaire (for determination of positive psychological capital) and a set of issues of demographic and professional characterization. The results show high levels of positive psychological capital and work engagement, and a positive relationship between the two constructs under review. These results suggest that investment in optimism, resilience, in the perception of self-efficacy and hope result in higher engagement levels of the organizational employees.
Descrição: Orientação: Isabel Vilaça
URI: http://hdl.handle.net/10437/7381
Aparece nas colecções:BIBLIOTECA - Dissertações de Mestrado
Mestrado em Gestão de Recursos Humanos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
dissertação_mestrado_vera_alves_a21204168_abril_2015.pdfDissertação de Mestrado627.66 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.