Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/7158
Título: Funções executivas e qualidade de vida em idosos institucionalizados com depressão : impacto do suporte social
Autores: Oliveira, Jorge, orient.
Ribeiro, Anabela Martins Mendes
Palavras-chave: MESTRADO EM PSICOLOGIA, ACONSELHAMENTO E PSICOTERAPIAS
PSICOLOGIA
PSYCHOLOGY
GERONTOLOGIA
GERONTOLOGY
ENVELHECIMENTO
AGEING
DEPRESSÃO
DEPRESSION
FUNÇÕES EXECUTIVAS
EXECUTIVE FUNCTIONS
QUALIDADE DE VIDA
QUALITY OF LIFE
SATISFAÇÃO COM A VIDA
LIFE SATISFACTION
SUPORTE SOCIAL
SOCIAL SUPPORT
Data: 2015
Resumo: Introdução: O envelhecimento tem sido associado a decréscimo da funcionalidade. A depressão tem sido associada a afeção cognitiva e principalmente a afeção das funções executivas (FEs), com implicações na perda da funcionalidade, da autonomia e da qualidade de vida (QV). Para além da idade, da patologia e das características dos doentes, é necessário delinear os fatores que moderam a disfunção neuropsicológica na depressão, especialmente no âmbito das determinantes de bem-estar subjetivo. A satisfação com o suporte social (SS) tem influência no bem-estar dos idosos, podendo contribuir para a prevenção da depressão, da morbilidade, da incapacidade e da deterioração da QV. Método: Numa amostra de idosos institucionalizados na cidade de Lisboa, de idades compreendidas entre os 70 e os 94 anos, foram comparados os desempenhos de dois grupos, com depressão (CD) e sem depressão (SD) nas medidas das FEs, da funcionalidade diária (IADL), da satisfação com o suporte social (SS) e da QV. Resultados: Foi encontrada associação entre depressão e menor satisfação com o SS, menor capacidade física, menor funcionalidade nas atividades básicas e instrumentais da vida diária e pior QV. Os indivíduos que apresentaram uma perceção superior de SS foram mais afetados pela depressão nas FEs, na funcionalidade e na QV. Conclusão: Verificou-se que a depressão tem um efeito maior sobre as FEs, as IADL e a QV nos indivíduos que têm uma perceção superior de SS, ou seja, aqueles que têm uma perceção inferior de SS parecem ser pouco afetados pelos níveis de depressão.
Introduction: The aging has been associated with decreased functionality. Depression has been linked to cognitive impairment and especially the impairment of executive functions (EFs) that involve the loss of functionality, autonomy and quality of life (QoL). In addition to the age, condition and characteristics of the patients, it is necessary to delineate the factors that moderate the neuropsychological dysfunction in depression, especially in the context of the determinants of subjective well-being. Satisfaction with social support (SS) affects the well-being of the elderly and can contribute to the prevention of depression, morbidity, disability and deterioration of QoL. Method: In a sample of institutionalized elderly in the city of Lisbon, aged between 70 and 94 years, the performance of two groups, with depression (CD) and without depression (SD), were compared in measures of EFs, the daily feature (IADL), satisfaction with social support (SS) and QoL. Results: An association was found between depression and less satisfaction with SS, reduced physical capacity, lower functionality in basic and IADL and worse QoL. The subjects who had a higher perception of SS were more affected by depression in the EFs, functionality and QoL. Conclusion: It was found that depression has a greater effect on EFs, IADL and QoL in individuals who have a higher perception of SS; those who have a lower perception of SS appears to be little affected by levels of depression.
Descrição: Orientação : Jorge Oliveira
URI: http://hdl.handle.net/10437/7158
Aparece nas colecções:BIBLIOTECA - Dissertações de Mestrado
Mestrado em Psicologia, Aconselhamento e Psicoterapias

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
20150116_Tese_AnabelaMMRibeiro.pdf1.85 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.