Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10437/6975
Título: O sistema braille – um meio fundamental para a inclusão sócioprofissional das pessoas cegas
Autores: Silva, Artur Olímpio F. Gonçalves da
Palavras-chave: GESTÃO
SISTEMA BRAILLE
INTEGRAÇÃO SOCIOPROFISSIONAL
DEFICIENTES VISUAIS
MANAGEMENT
BRAILLE SYSTEM
SOCIO-PROFESSIONAL INTEGRATION
VISUALLY IMPAIRED
Data: 2015
Editora: Edições Universitárias Lusófonas
Resumo: A divulgação do sistema braille poderá constituir, por si só, um contributo muito significativo para que haja uma maior sensibilização para a inclusão sócioprofissional das pessoas cegas. No presente artigo, para além, de uma introdução, em que são referidas as figuras de Valentin de Hauy e de Barbier de la Serre que foram fundamentais para que Luís Braile concebesse o sistema de leitura/escrita táctil que constitui a primeira revolução no acesso à informação por parte das pessoas cegas, contemplam-se, também, os seguintes aspetos: Os Sinais Simples do Sistema Braille, os Sinais Braille Compostos, Tiflotecnologias, Braille de 8 pontos e Literacia Braille. Em “Os Sinais Simples do Sistema Braille” são caracterizadas as séries em que os sinais simples se agrupam e evidencia-se que da junção de dois, ou mais, sinais simples resulta um sinal composto o que amplia de forma extraordinária as possibilidades de aplicação do braille. Em “Tiflotecnologias” realça-se que, com elas, vem-se assistindo a uma segunda revolução no acesso à informação por parte das pessoas invisuais. É descrita de forma simplificada a máquina Perkins; é salientado que os sintetizadores de voz possibilitam uma leitura sonora e que as linhas braille, utilizando o braille de 8 pontos, proporcionam a leitura táctil. São referidos, também, o computador portátil EuroBraille Iris 40 e a impressora braille. Finalmente, em “Literacia Braille”, para além do destaque dado às figuras de Branco Rodrigues, João de Deus e Albuquerque e Castro, evidencia-se que o domínio do sistema braille é condição fundamental para a inclusão socioprofissional das pessoas cegas.
The divulgation of the braille system can be, by itself, an important contribution to the global awareness of the social and professional inclusion of blind people or the visually impaired. In this paper, we will start by presenting Valentin de Hauy and Barbier de la Serre, who were the precursors of what would become Louis Braille’s tactile reading/writing system, which revolutionedblind people’s access to information. The following topics will also be discussed: the Simple signs of the Braille system, the Braille signs Compounds, “Tiflotecnologias”, Braille and Braille literacy 8 points. In the “Simple signs of the Braille system” seven sets (or series) are characterized, in which the Simple signs are grouped. The junction of two or more simple signals results in a Composed signal which extends extraordinarily the application of braille. In the “Tiflotecnologias”, it will be highlightedtheir extremely importance in blind people’s access to information (it can be seen as a second revolution). It will be presented the Perkins’ typewriter; the speech synthesizers,whichallow a sound reading; and the braille 8 points which provides the tactile reading. The laptop Eurobraille Iris 40, and braille printer will also be described. Finally, in the chapter “Braille Literacy”, we will start presenting Branco Rodrigues, João de Deus and Albuquerque e Castro. It will be shown that the braille system expertise is a prerequisite for socioprofessional inclusion of the blind and visually impaired people.
Descrição: R-LEGO - Revista Lusófona de Economia e Gestão das Organizações
URI: http://hdl.handle.net/10437/6975
ISSN: 2183-5845
Aparece nas colecções:R-LEGO - Revista Lusófona de Economia e Gestão das Organizações. nº 01 (2015)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
CDCD.pdf332.32 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.