Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/6428
Título: Estudo exploratório de qualidade de vida, emoções e resiliência e o seu impacto em pessoas em situação de desemprego
Autores: Brites, José de Almeida, orient.
Matias, Ricardo Manuel Garcia
Palavras-chave: MESTRADO EM PSICOLOGIA, ACONSELHAMENTO E PSICOTERAPIAS
PSICOLOGIA
QUALIDADE DE VIDA
EMOÇÕES
RESILIÊNCIA
DESEMPREGO
TESTES PSICOLÓGICOS
WHOQOL
EEE
ER
PSYCHOLOGY
QUALITY OF LIFE
EMOTIONS
RESILIENCE
UNEMPLOYMENT
PSYCHOLOGICAL TESTS
Data: 2015
Resumo: Problema: Investigações têm comprovado sistematicamente a associação entre situação de desemprego e índices psicopatológicos, tais como ansiedade e depressão. Na atualidade a investigação esta voltada para variáveis positivas, como a qualidade de vida, resiliência e emoções. Objetivo: Face ao exposto, pretende-se investigar a diferença entre desempregados relativamente à qualidade de vida, resiliência e emoções, pretende-se investigar a associação entre as variáveis acima referenciadas. Método: A amostra é constituída por 202 sujeitos, todos desempregados, residentes na Grande Lisboa. A recolha de dados foi efetuada nos Grupos de Inserção Profissional tutelados pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional. Os instrumentos utilizados foram: Questionário sociodemográfico, WHOQOL-Bref (Skevington, Lotfy & O´Connel, 2004), Escala de Expressividade Emocional (EEE, Kring, Smith & Neale, 1994) e a Escala de Resiliência (Wagnilde & Young, 1993). Resultados: Verificaram-se diferenças entre os grupos de desempregados relativamente às seguintes variáveis, qualidade de vida e resiliência, tendo-se ainda encontrado associação entre a qualidade de vida com a resiliência e expressividade de emoções em todos os grupos, mas em diferentes domínios e com diferenças na intensidade da associação.
Problem: Research has proven systematically the association between unemployment and psychopathological indexes, such as anxiety and depression, most recently the direction have been in the opposite direction, toward positive variables such as quality of life, resilience and emotions. Objective: Given the above, we intend to investigate the difference between unemployed in relation to quality of life, resilience and emotions, we want to further investigate the association between the above referenced variables. METHODS: The sample is composed of 202 subjects, all unemployed, living in Lisbon. Data collection was performed in the Professional Insertion groups protected by the IEFP. The instruments used were: sociodemographic questionnaire, WHOQOL-Bref (Skevington, Lotfy & O'Connell, 2004), Emotional Expressivity Scale (EES, Kring, Smith & Neale, 1994) and the Resilience Scale (Wagnilde & Young, 1993). Results: There were differences among the unemployed groups for the following variables, quality of life and resilience, having also found association between quality of life with resilience and emotions of expression in all groups, but in different areas and with differences in the strength of the association.
Descrição: Orientação: José Brites 
URI: http://hdl.handle.net/10437/6428
Aparece nas colecções:BIBLIOTECA - Dissertações de Mestrado
Mestrado em Psicologia, Aconselhamento e Psicoterapias

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_Ricardo Matias.pdfDissertação de Mestrado725.82 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.