Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/6349
Título: Infeções urinárias: aspetos microbiológicos e epidemiológicos
Autores: Simões, Maria João, orient.
Piçarra, Ana Margarida Faquinéu
Palavras-chave: FARMACOLOGIA
MESTRADO INTEGRADO EM CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS
INFEÇÕES URINÁRIAS
MICRORGANISMOS
ANTIMICROBIANOS
PHARMACOLOGY
URINARY TRACT INFECTIONS
MICROORGANISMS
ANTIMICROBIAL
CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS
PHARMACEUTICAL SCIENCES
Data: 2015
Resumo: As infeções do trato urinário não complicadas estão entre as patologias infecciosas mais frequentes. Bactérias provenientes da flora comensal intestinal são, por essa razão, as principais causadoras deste tipo de infeção. Ocorrem, sobretudo, na mulher jovem, por questões anatómicas, como por exemplo, a proximidade da uretra ao ânus. Classificadas em infeção urinária baixa ou alta, consoante o local do aparelho urinário afetado. A entrada dos microrganismos nas vias urinárias ocorre essencialmente por duas vias principais: hematogénica e ascendente, sendo a última a mais comum. O desenvolvimento de resistências bacterianas aos fármacos antibacterianos é uma realidade crescente. Por isso, revela-se de extrema importância a identificação do agente etiológico e o conhecimento da respetiva suscetibilidade aos antimicrobianos, a qual tem variações geográficas, de modo a que o esquema terapêutico seja o mais eficaz possível, tendo em vista a rápida e eficiente resolução clínica e bacteriológica. 
Uncomplicated urinary tract infections are among the most common infectious diseases. Bacteria from the intestinal commensal flora are the main causes of such infection. It occurs, mainly, in young women, for anatomical issues, such as the proximity of the urethra to the anus. Urinary tract infections are classified as low or high, according to the anatomic site of infection. The entry of microorganisms in the urinary tract essentially occurs in two main ways: hematogenous and ascending, being the later the most common. The development of resistance to antibacterial agents is a growing reality. Therefore, it is extremely important the identification of the etiologic agent and knowledge of its susceptibility to antimicrobial agents, which varies geographically, so that the treatment regimen is as effective as possible, in order to achieve a quick and efficient clinical and bacterial resolution.
Descrição: Orientação: Maria João Simões
URI: http://hdl.handle.net/10437/6349
Aparece nas colecções:BIBLIOTECA - Dissertações de Mestrado
Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese_InfecaoUrinaria_AMP--ultima.pdfDissertação de Mestrado920.61 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.