Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/624
Registo completo
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorRosa, António Machuco-
dc.date.accessioned2010-01-05T11:36:02Z-
dc.date.available2010-01-05T11:36:02Z-
dc.date.issued2002-
dc.identifier.issn1645-2585-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10437/624-
dc.descriptionCaleidoscópio : Revista de Comunicação e Culturapt
dc.description.abstractNeste artigo são passadas em revista algumas das principais teorias da organização empresarial à luz da moderna teoria dos grafos. Analisa-se, em primeiro lugar, a teoria clássica da gestão teorizada por H. Fayol, mostrando-se como ela pode ser revista de acordo com a teoria dos grafos hierárquicos. De seguida, analisa-se o conceito de rede dinâmica, o qual leva a abandonar a teoria neoclássica quer da empresa quer do mercado e a caracterizar as empresas evoluindo nos ambientes das tecnologias da informação. São passados em revista os casos da Cisco Systems e da Microsoft Inc., salientando-se o tipo de grafos que lhes correspondem. É finalmente destacado o papel dos standards em tecnologias da informação, concluindo-se serem necessários mecanismos de regulação institucional em dinâmicas empresariais que tendem a favorecer a emergência de monopólios.pt
dc.description.abstractThis paper reviews the main theories of organizational theory on the light of modern graphs theory. The paper firstly analyses the classical theory of management devised by Henry Fayol and follows on by showing how it can be reviewed accordingly to the hierarchical graphs theory. The paper then analyses the concept of dynamical network, which allows us to surpass the neoclassical theory of markets and organizations and also provides a fine instrument to scrutiny the behavior of IT companies and their respective marketplaces. The Microsoft and Cisco cases are thoroughly discussed and the corresponding graphs for each one of the companies is presented. The discussion of the two above mentioned cases allows to extract the conclusion that standards represent one of the areas of it development in need of institutional and public regulation mechanisms, namely because these environments favor the emergence of monopolies.en
dc.formatapplication/pdf-
dc.language.isoporpt
dc.publisherEdições Universitárias Lusófonapt
dc.rightsopenAccess-
dc.subjectCOMUNICAÇÃOpt
dc.subjectSOCIOLOGIApt
dc.subjectSOCIOLOGIA ORGANIZACIONALpt
dc.subjectSOCIOLOGIA CONTEMPORÂNEApt
dc.subjectCOMMUNICATIONen
dc.subjectSOCIOLOGYen
dc.subjectSOCIOLOGY OF ORGANIZATIONSen
dc.subjectCONTEMPORARY SOCIOLOGYen
dc.titleDa teoria das organizações às instituiçõespt
dc.typearticle-
Aparece nas colecções:Caleidoscópio : Revista de Comunicação e Cultura nº 03 (2002)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
rosa_teoriaorganizacoesinstituicoes_#1de1.pdf148.73 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.