Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/5770
Título: Hipertiroidismo felino: abordagem diagnóstica e terapêutica na região da Grande Lisboa
Autores: Oliveira, Joana Cristina Tavares de, orient.
Cunha, Sofia Isabel Amado Xavier da Costa e
Palavras-chave: VETERINÁRIA
GERIATRIA
HIPERTIROIDISMO
GATOS
LISBOA
GERIATRICS
HYPERTHYROIDISM
CATS
LISBON
MESTRADO INTEGRADO EM MEDICINA VETERINÁRIA
FELÍDEOS
FELIDS
TERAPÊUTICAS
THERAPEUTICS
MEDICINA VETERINÁRIA
VETERINARY MEDICINE
Data: 2014
Resumo: O Hipertiroidismo Felino (HTF) é uma patologia multissistémica resultante da produção e excreção excessiva de Tiroxina (T4) e Triiodotironina (T3) pela glândula tiróide considerando-se a doença endócrina mais comum do gato. A sua prevalência tem vindo a aumentar bastante nos últimos anos. Este trabalho teve como objectivos avaliar casos suspeitos de hipertiroidismo determinando quantos eram de facto gatos hipertiroideos e ainda compreender como os Médicos Veterinários tratam este problema e o monitorizam. A amostra incluiu 34 gatos apresentados à consulta na Clínica Veterinária João XXI, em Lisboa, para os quais foi considerado terem sinais clínicos compatíveis com hipertiroidismo, no período de Janeiro de 2013 até Maio de 2014. Foram ainda realizados inquéritos a 31 médicos veterinários da região de Lisboa, sobre a abordagem diagnóstica e terapêutica ao HTF. Dos 34 gatos apresentados à consulta com sinais clínicos compatíveis com hipertiroidismo somente 38,24% o eram realmente. Porém este valor não deve ser desvalorizado, sendo uma doença muitas vezes subdiagnosticada, significando que o clínico deve estar sempre atento a esta patologia sobretudo em doentes geriátricos. Com este estudo chegou-se à conclusão que ainda existe uma forte lacuna no que toca ao HTF, necessitando de haver uma maior sensibilização a esta doença pela parte dos Médicos Veterinários.
Feline hyperthyroidism (HTF) is a multisystemic disorder that results from excessive production and excretion of thyroxine (T4) and triiodothyronine (T3) hormones by the thyroid gland. The HTF is considered the most common endocrine disease in cat, and is one of the most frequently diagnosed disorders in small animals. This work had the objective of assessing cases of suspected hyperthyroidism determining how many of them were actually hyperthyroid cats and, to further understand how veterinarians treat this problem and the monitor. The sample for this study included 34 cats presented for consultation at the Veterinary Clinic John XXI, Lisbon. All animals were found to have clinical signs consistent with hyperthyroidism, from January 2013 until May 2014. Surveys have also been conducted to 31 veterinary doctors in the region of Lisbon, on the diagnostic and therapeutic approach to the HTF. It is extremely important to master the clinical symptoms and the most common signs observed in the physical examination of the hyperthyroid to make it easier to reach a diagnosis. In this study of 34 cats presented for consultation with clinical signs compatible with hyperthyroidism only 38.24% were actually hyperthyroid. However, this should not be undervalued, in the way that the clinician must always be aware of this disease especially in geriatric patients. This study came to the conclusion that there is a strong gap in relation to the HTF. A greater awareness of the correct management of this disease would be crucial.
Descrição: Orientação: Joana Tavares de Oliveira
URI: http://hdl.handle.net/10437/5770
Aparece nas colecções:BIBLIOTECA - Dissertações de Mestrado
Mestrado Integrado em Medicina Veterinária

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação de Mestrado Sofia Cunha.pdfDissertação de Mestrado1.21 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.