Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/543
Título: Introduction
Autores: Souza, Teotónio R. de
Palavras-chave: GOA
REVOLTAS
PADROADO
CONSPIRACIES
REVOLTS
Data: 1996
Citação: J. H. da Cunha Rivara, Goa and the Revolt of 1787, ed. Charles J. Borges, Delhi, Concept Publ. Co., 1996, pp. 9-17.
Resumo: Esta é a primeira primeira versão em inglês da obra de J.H. da Cunha Rivara A Conjuração de 1787 em Goa e várias cousas desse tempo: Memória Histórica (Panjim, 1875) em que compilou a documentação sobre a chamada Conjuração dos Pintos. A Introdução analisa os motivos que teriam levado Cunha Rivara para se dedicar a este assunto. Como secretário de Estado, Cunha Rivara estava preocupado com a Revolta dos Cipaios que abalara a Índia vizinha, e foi obrigado a prestar ajuda à administração da Companhia das Indias Orientais nesta crise nas fronteiras do Estado da Índia. Havia também militares católicos de Goa (Pintos de Candolim) que estavam envolvidos na Revolta como funcionários ao sedrviço dos Maratas. O motivo mais imediato para investigar a Conjuração de 1787 eram as provocações dos goeses que referiam a aquele evento nos discursos eleitorais como "aborto da justiça". Estes discursos irritavam Cunha Rivara que estava mais inclinado a apoiar os candidatos dos descendentes portugueses para deputados na camara dos pares em Lisboa. Esta investigação e publicação de Cunha Rivara não favorece a imagem de Cunha Rivara como um historiador insuspeito de predilecções. Também as suas publicações sobre os problemas enfrentados pelo Padroado português na Índia são igualmente marcadas por emocionalismo.
URI: http://hdl.handle.net/10437/543
Aparece nas colecções:FCSEA - Capítulos de Livros Internacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PintoConspiracy1787.pdf3.02 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.