Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/5119
Título: Estratégias de coping, satisfação com a vida, ansiedade e auto-estima: o papel do álcool
Autores: Guerreiro, Manuela, orient.
Langane, Manuel Custódio
Palavras-chave: PSICOLOGIA
COPING
ANSIEDADE
AUTOESTIMA
SATISFAÇÃO COM A VIDA
ALCOOL
PSYCHOLOGY
COPING
LIFE SATISFACTION
ANXIETY
ALCOHOL
SELF-ESTEEM
MESTRADO EM PSICOLOGIA, ACONSELHAMENTO E PSICOTERAPIAS
SWLS (SATISFACTION...)
RSES (ESCALA...)
CRI
BAI (BECK...)
Data: 2013
Resumo: Foi objectivo do presente estudo analisar as relações entre satisfação com a vida, estratégias de coping, ansiedade e auto-estima em não consumidores e consumidores habituais de álcool, numa amostra de 225 estudantes universitários, 88 do sexo masculino (39%) e 136 do sexo feminino (60%), com idades compreendidas entre os 18 e os 67 anos (M = 26.05; DP = 8.70). Foram utilizados como instrumentos: Adolescent Alcohol Involvement Scale (AAIS; Mayer & Filstead, 1979), Satisfaction with Life Scale (SWLS, Diener, 1984), Coping Responses Inventory (CRI; Moos, 1993), Beck Anxiety Inventory (BAI; Beck & Steer, 1993) e Escala de Auto-estima de Rosenberg (RSES; Rosenberg, 1965). Os resultados mostraram que os homens apresentam maiores e mais frequentes consumos de álcool comparativamente com as mulheres, que não existem diferenças estatisticamente significativas entre sexos para a satisfação com a vida e auto-estima, mas que as mulheres apresentam mais sintomatologia ansiosa do que os homens. As estratégias de coping estão relacionadas com a satisfação com a vida, a ansiedade e a auto-estima. Não foi encontrada relação entre o consumo de álcool e a satisfação com a vida, a auto-estima e a ansiedade. No entanto, existe uma relação positiva entre o consumo de álcool e a utilização da Estratégia de coping evitamento. Conclui-se que é possível predizer a frequência do consumo de álcool através das dimensões em estudo.
The present study aim was to analyse the relationships between satisfaction with life, coping strategies, anxiety and self-esteem in consumers and not consumers of alcohol, in a sample of 225 college students, 88 male (39%) and 136 female (60%), between the ages of 18 and 67 years (M = 26.05; SD = 8.70). Were used as instruments: Adolescent Alcohol Involvement Scale (AAIS; Mayer & Filstead, 1979), Satisfaction with Life Scale (SWLS, Diener, 1984), Coping Responses Inventory (CRI; Moos, 1993), Beck Anxiety Inventory (BAI; Beck & Steer, 1993) and Rosenbergg self-esteem scale (RSES; Rosenberg, 1965). Results showed that men drink more alcohol and with higher frequency compared with women, there are no statistically significant differences between genders for life satisfaction and self-esteem, but that women have more anxious symptoms than men. Coping strategies are related to life satisfaction, anxiety and self-esteem. Was not found a relationship between alcohol consumption and satisfaction with life, self-esteem and anxiety. However, there is a positive relationship between alcohol consumption and the use of avoidance coping strategy. It is concluded that it is possible to predict the frequency of alcohol consumption through the dimensions stydied.
Descrição: Orientação : Manuela Guerreiro
URI: http://hdl.handle.net/10437/5119
Aparece nas colecções:BIBLIOTECA - Dissertações de Mestrado
Mestrado em Psicologia, Aconselhamento e Psicoterapias

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Manuel Custodio Tese 28 Nov.pdfDissertação de Mestrado1.02 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.