Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/5040
Título: Depressão,vinculação e relações amorosas de pessoas em luto
Autores: Salvaterra, Fernanda, orient.
Feio, Joana Filipa Duarte
Palavras-chave: PSICOLOGIA
VINCULAÇÃO
DEPRESSÃO
RELACIONAMENTOS CONJUGAIS
LUTO
EVA
BDI (INVENTÁRIO DE DEPRESSÃO...)
PSYCHOLOGY
ATTACHMENT
DEPRESSION
MARITAL RELATIONSHIPS
MOURNING
MESTRADO EM PSICOLOGIA, ACONSELHAMENTO E PSICOTERAPIAS
Data: 2012
Resumo: This research sought to understand the relationship between depression and attachment in romantic relationships of people mourning the death of a spouse. 107 individuals participated in this study were widowed between 45 and 96 years old, 23 of them males and 84 females. To evaluate the variables the instruments used were: the Adult Attachment Scale-VAS in order to evaluate the binding in adults, The Beck Depression Inventory-BDI to assess depressive symptoms, and a questionnaire Love relations constructed to understand the relationship with the deceased spouse. The results obtained in this investigation as to the time of widowhood, and duration of depression relationship, bonding and loving relationship were inconclusive. However the results showed that the pattern of binding relates negatively with anxious depression, and depression increases with age. Still can conclude that there is a relationship between depression, and quality of attachment as well as between them and the relationship.
Esta investigação procurou compreender a relação entre a depressão e vinculação nas relações amorosas de pessoas em luto por morte do cônjuge. Participaram neste estudo 107 indivíduos viúvos entre os 45 e os 96 anos de idade, 23 do género masculino e 84 do género feminino. Para avaliar as variáveis deste estudo, os instrumentos utilizados foram: Escala de Vinculação do Adulto – EVA, de modo a avaliar a vinculação nos adultos, o Inventário Depressivo de Beck – BDI, para avaliação da sintomatologia depressiva, e um questionário de relações amorosas construído de modo a compreender-se a relação existente com o cônjuge falecido. Os resultados obtidos nesta investigação quanto ao tempo de viuvez, e a duração da relação amorosa para com a depressão, vinculação e relação amorosa não foram conclusivos. No entanto os resultados evidenciaram que o padrão de vinculação inseguro se relaciona negativamente com a depressão, assim como a depressão aumenta com a idade. Ainda assim pode-se concluir que há uma relação entre a depressão e a qualidade da vinculação bem como entre estas e a relação amorosa.
Descrição: Orientação: Fernanda Salvaterra
URI: http://hdl.handle.net/10437/5040
Aparece nas colecções:BIBLIOTECA - Dissertações de Mestrado
Mestrado em Psicologia, Aconselhamento e Psicoterapias

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Joana Filipa Duarte Feio TESE FINAL.pdfDissertação de Mestrado429.41 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.