Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/5022
Título: Uma possível relação entre práticas de relaxamento, qualidade de vida e saúde mental
Autores: Colaço, Nuno, orient.
Moreira, Ana Cristina dos Ramos
Palavras-chave: PSICOLOGIA
QUALIDADE DE VIDA
SAÚDE MENTAL
IOGA
SHIATSU
PSYCHOLOGY
QUALITY OF LIFE
MENTAL HEALTH
MESTRADO EM PSICOLOGIA, ACONSELHAMENTO E PSICOTERAPIAS
YOGA
SHIATSU
Data: 2012
Resumo: Este estudo teve por objetivo estabelecer uma possível associação entre a prática de técnicas de relaxamento, especificamente o yoga e o shiatsu, a qualidade de vida (domínio físico e psicológico) e a saúde mental (ansiedade, depressão e stress) dos seus praticantes. Para a tal utilizou-se uma amostra de 227 indivíduos com idades compreendidas entre os 18 e os 84 anos e uma média de 43 anos (DP=13,02). Foram considerados quatro grupos distintos: praticantes de yoga, praticantes de shiatsu, praticantes de outra técnica de relaxamento e não praticantes de qualquer técnica. O questionário aplicado, resultou da combinação de dois questionários, o WHOQOL-Bref para avaliação da qualidade de vida e EADS-21 Escala de Ansiedade, Depressão e Stress para avaliação da saúde mental. Os resultados obtidos para esta amostra apresentaram correlações moderadas em sentido negativo entre a qualidade de vida e a saúde mental para os quatro grupos em análise. Podendo no entanto afirmar-se que os indivíduos que não praticam nenhuma técnica de relaxamento apresentam percentagens maiores de utilização de psicofármacos e que são notórias as evidências de que a relação da depressão, da ansiedade e do stress é inversamente proporcional à qualidade de vida.
The aim of this study was to establish a possible association among the practice of relaxation techniques, specifically yoga and shiatsu, quality of life (physical and psychological) and mental health (anxiety, depression and stress) in those who practise. To this end a sample of 227 people was used aged between 18 and 84 and an average of 43 years of age (DP=13.02). Four distinct groups were taken into consideration: practitioners of yoga, of shiatsu, of another relaxation technique and those who were not practising any technique. The questionnaire that was applied resulted in the combination of two questionnaires, the WHOQOL-Bref to assess the quality of life and the EADS-21 Scale of Anxiety, Depression and Stress to assess mental health. The results obtained for this sample presented moderated correlations, in a negative way, between the quality of life and mental health for the four groups under analysis. We can, however, state that those who do not practice any relaxation technique present higher percentages of use of psychoactive medication and that there is proof there are evidence notorious that the ratio of depression, anxiety and stress is inversely proportional to the quality of life.
Descrição: Orientação: Nuno Colaço
URI: http://hdl.handle.net/10437/5022
Aparece nas colecções:BIBLIOTECA - Dissertações de Mestrado
Mestrado em Psicologia, Aconselhamento e Psicoterapias

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
tese-ACRM-VF.pdfDissertação de Mestrado1.07 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.