Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/5018
Título: Os filhos do silêncio : crianças e jovens expostos à violência conjugal : um estudo de casos
Autores: Carvalho, Maria Irene de, orient.
Sousa, Tânia Sofia de
Palavras-chave: SERVIÇO SOCIAL
SOCIAL WORK
FAMÍLIA
FAMILY
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
DOMESTIC VIOLENCE
CRIANÇAS
CHILDREN
JOVENS
YOUNG PEOPLE
VITIMOLOGIA
VICTIMOLOGY
EXCLUSÃO SOCIAL
SOCIAL EXCLUSION
MESTRADO EM RISCOS E VIOLÊNCIA(S) NAS SOCIEDADES ATUAIS: ANÁLISE E INTERVENÇÃO SOCIAL
Data: 2013
Resumo: O presente estudo debruça-se sobre a problemática violência doméstica, na vertente da infância, isto é, compreender o impacto/consequências e percepções das crianças e jovens expostos à vitimação indirecta. A família é o primeiro local de aprendizagem e formação social das pessoas, sendo responsável por experiências que podem ser determinantes na trajectória de vida. As crianças/jovens expostos aos diversos tipos de violência no seio familiar trazem consequências negativas para o seu desenvolvimento. É relevante ter em conta que apesar do impacto que a exposição poderá ter na criança/jovem, existem algumas variáveis mediadoras para avaliar os efeitos dessa exposição. A investigação realizada, que usou a metodologia qualitativa, caracterizou-se pela execução de múltiplos estudo de casos (quatro), possibilitando conhecer a experiência de crianças/jovens com história de exposição à violência entre os seus cuidadores. A investigação decorreu na Comissão de Protecção de Crianças e Jovens em Perigo de Cascais (CPCJ). Os resultados indicam que a exposição à violência tem efeitos negativos a vários níveis da vida destas crianças/jovens, sendo que os mais prejudiciais verificaram-se ao nível psicológico e emocional. Ainda, os resultados sugerem que, por vezes, também são alvo direto de comportamentos abusivos no seio familiar.
The present study focuses on the problem domestic violence in childhood aspect, i.e., understand the impact/consequences and perceptions of children and young people exposed to indirect victimization. The family is the first place of learning and training social people, accounting for experiences that are determinant in the path of life. Children/youth exposed to various types of violence within the family bring negative consequences for their development. It is relevant to note that despite the impact that exposure may have on children/young people, there are some mediating variables to assess the effects of this exposure. The research, which used a qualitative methodology, characterized by the execution of multiple case studies (four), allowing understanding the experience of children/young people with a history of exposure to violence between their caregivers. The research took place in the Committee for the Protection of Children and Youth at Risk of Cascais (CPCJ). The results indicate that exposure to violence has negative effects at various levels of life of these children/young people, and that there were more harmful to the psychological and emotional. Still, the
Descrição: Orientação : Maria Irene B. Lopes de Carvalho
URI: http://hdl.handle.net/10437/5018
Aparece nas colecções:BIBLIOTECA - Dissertações de Mestrado
Mestrado em Riscos e Violência(s) nas Sociedades Atuais: Análise e Intervenção Social

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tânia_Sousa_Dissertação.pdf4.73 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.