Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/4986
Título: Resposta aguda da frequência cardíaca no treino de força em circuito: a influência da densidade do treino na intensidade relativa e na percepção subjectiva do esforço em exercício
Autores: Martins, Sandra, orient.
Ribeiro, Pedro Gabriel Neto
Palavras-chave: DESPORTO
TREINO DESPORTIVO
TREINO DA FORÇA
OBESIDADE
ADOLESCENTES
FREQUÊNCIA CARDÍACA
SPORT
SPORTS COACHING
STRENGTH TRAINING
OBESITY
ADOLESCENTS
HEART RATE
MESTRADO EM EXERCÍCIO E BEM-ESTAR
Data: 2012
Resumo: Objectivo O presente estudo teve como primeiro objectivo analisar através de uma revisão sistemática de literatura o efeito do treino de forçana composição corporal de crianças e adolescentes obesos.O segundo objectivo foi o de avaliar a resposta aguda da frequência cardíaca (FC) no treino de força em circuito (TFC), em adolescentes obesos. Método Numa primeira fase, foram realizadas duas pesquisas paralelas, uma utilizando palavras-chave seguindo a abordagem do modelo PICOS (participants, intervention, control, outcomes e study design) e outra usando os termos MeSH (Medical Subject Headings). No estudo com desenho transversal, a amostra era composta por 12 adolescentes obesos (8 raparigas e4rapazes; idade, 15,92 ± 1,44 anos; % massa gorda, 38,8 % ± 7,7). A diferença entre as duas sessões de TFC consistiu no aumento da duração do exercício e na redução do tempo de pausa. Resultados No primeiro estudo, foram seleccionados 31 artigos para leitura integral. Foram excluídos 17 artigos tendo em conta os critérios de elegibilidade descritos no método, sendo seleccionados 14 artigos para a análise do risco de viés. No estudo transversal as médias da % FCmax avaliadas na 2ª sessão foram superiores às registadas na 1ª sessão (t=-4,302; p=,001). Conclusões As limitações nos desenhos dos estudos e em algumas características das intervenções não nos permitem tirar conclusões categóricas acerca do papel isolado e independente do treino de força em relação ao decréscimo significativo da massa gorda. De qualquer forma parece existir evidência científica, não só no que diz respeito aos ganhos relevantes da capacidade de força e ao aumento considerável da aptidão cardiorrespiratória, após intervenções de treino em circuito combinado. Na investigação realizada em adolescentes obesos, a resposta aguda da FC indica que, para um mesmo plano de exercício e com a mesma duração total, é possível atingir uma maior intensidade de esforço através do aumento da duração de cada exercício e redução do tempo de pausa entre os mesmos. Palavras-chave. Treino de força em circuito, obesidade na adolescência, resposta aguda, intensidade, frequência cardíaca.
Descrição: Orientação: Sandra Martins
URI: http://hdl.handle.net/10437/4986
Aparece nas colecções:BIBLIOTECA - Dissertações de Mestrado
Mestrado em Exercício e Bem-Estar

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Mestrado_Exercício e Bem-Estar_Pedro Ribeiro _21005694_ Sandra Martins_Resposta Aguda FC no TFCultima.pdfDissertação de Mestrado1.34 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.