Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/474
Título: Espondilopatia cervical ou síndrome de wobbler: Diagnóstico imagiológico
Autores: Jacinto, Diana Margarida
Marques, Tiago
Correia, Fábio
Ferreira, Hugo A.
Patrício, António Maria Pinheiro Caldeira
Mourato, Alexandre
Monteiro, Carolina Adriana Pernadas de Brito
Santana, Ana
Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias
Palavras-chave: VETERINÁRIA
PATOLOGIA VETERINÁRIA
VETERINARY PATHOLOGY
CASOS CLÍNICOS
CASE REPORTS
CÃES
DOGS
DOENÇAS ÓSSEAS
BONE DISEASES
ESPONDILOPATIA CERVICAL
CERVICAL SPONDYLOPATHY
VETERINARY MEDICINE
MEDICINA VETERINÁRIA
Data: 2008
Editora: Edições Universitárias Lusófonas
Resumo: A espondilopatia cervical uma patologia de etiologia multifactorial, que leva a um estreitamento do canal vertebral e consequentemente compressão da medula espinhal cervical caudal e das raízes nervosas, devido a alterações anatómicas e posicionais ao nível das vértebras cervicais (C5, C6 e C7). Os animais afectados, mais frequentemente raças grandes (Dobermen e Dogue Alemão) podem apresentar ataxia dos membros pélvicos, com ou sem dor cervical, que pode progredir para défices neurológicos dos membros anteriores e em última instância quadriplegia. O diagnóstico desta patologia é feito com base na sintomatologia clínica e exames de imagem (mielografia, tomografia axial computorizada e/ou ressonância magnética). O tratamento pode ser médico ou cirúrgico de acordo com o grau de afecção sendo também o prognóstico variável.
Descrição: Revista Lusófona de Ciência e Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10437/474
Aparece nas colecções:Revista Lusófona de Ciência e Medicina Veterinária Vol. 02 (2008)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
rev_2.pdf116.3 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.