Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/4733
Título: Contribuição para o estudo das transfusões sanguíneas no cão e no gato : situação em Portugal e estudo de 61 transfusões
Autores: Cardoso, Nuno Gonçalo Ferreira, orient.
Luz, Maria Francisca Zarco Adrião Alves da
Palavras-chave: VETERINÁRIA
TRANSFUSÕES SANGUÍNEAS
BLOOD TRANSFUSIONS
CANÍDEOS
CANIDS
FELÍDEOS
FELIDS
MESTRADO INTEGRADO EM MEDICINA VETERINÁRIA
CÃES
DOGS
GATOS
CATS
MEDICINA VETERINÁRIA
VETERINARY MEDICINE
Data: 2014
Resumo: Os avanços na área da Medicina transfucional, nomeadamente a descoberta de nova informação sobre os grupos sanguíneos de várias espécies, a introdução rotineira da tipificação sanguínea e das provas de compatibilidade eritrocitária, o estudo das reacções transfusionais adversas, o despiste de doenças infeciosas no dador e a aplicação da terapia por componentes, têm contribuído para aumentar a segurança da transfusão sanguínea em Medicina Veterinária e, por consequência, a sua utilização é cada vez mais frequente. O presente trabalho é constituído por três objectivos: perspectivar a medicina transfusional em Portugal através da análise dos resultados de um inquérito, dirigido aos CAMV, nomeadamente sobre o uso da terapia por componentes, as principais indicações de transfusão e a ocorrência de reacções transfusionais; caracterizar a população de gatos e cães receptores de transfusões sanguíneas, com enfoque na prevalência dos diferentes grupos sanguíneos, na indicação para a realização da transfusão e tipo de produto administrado; determinar a ocorrência de reacções transfusionais através da monotorização do doente antes, durante e após a administração das transfusões. No presente estudo, 86% dos Centros de Atendimento Médico Veterinário (CAMV) inquiridos recorrem à transfusão sanguínea como terapia complementar. Destes, 54.7% utiliza sangue total e produtos do sangue, 41.3% apenas sangue total e 4% apenas produtos do sangue. Os produtos do sangue mais utilizados são o concentrado de glóbulos vermelhos e o plasma fresco congelado (34.2% e 31.6% respectivamente). A anemia constitui o principal motivo para a realização de transfusões sanguíneas e a hipertermia a reacção transfusional mais frequente. Relativamente à caracterização da população de cães e gatos que receberam transfusão sanguínea conclui-se que 77.8% dos cães pertenciam ao grupo DEA 1.1 negativo e 22.2% ao grupo DEA 1.1 positivo. Todos os gatos incluídos neste estudo pertenciam ao grupo sanguíneo A. A anemia por hemorragia foi a indicação predominante para a administração de sangue nos cães (54.3%). Nos gatos a anemia por não produção de eritrócitos prevalece (60%). No que respeita às reacções transfusionais, das 61 transfusões realizadas apenas se registou uma dispneia num gato.
The advances in transfusion medicine, like the discovery of new information regarding blood types of several species, the day-to-day introduction of blood typing and erythrocyte compatibility tests, the study of adverse transfusion reactions, the screening of infectious diseases in the donor and the application of therapy through components have contributed to increase the safety in blood transfusions in Veterinary Medicine and consequently its use has become more and more frequent. The present work is divided in three goals: to put transfusion medicine in Portugal into perspective through the analysis of the results of an inquiry aimed at CAMV, mainly about the use of therapy through components, the main indications of a transfusion and the occurrence of transfusion reactions; to characterize the population of cats and dogs recipient of blood transfusions, giving special attention to the different bloods types, to the indication to perform a blood transfusion and the type of product administered; to determine the occurrence of transfusion reactions through the monitoring of the patient before, during and after the administration of the transfusions. In the current study, 86% of the veterinary medical centres (CAMV) that were inquired use blood transfusion as a complementary therapy. From this total, 54.7% uses whole blood and blood products, 41.3% only uses whole blood and 4% merely uses blood products. The most highly used blood products are the red cell concentrate and fresh frozen plasma (34.2% and 31.6% respectively). The main reason for the use of blood transfusions is anaemia and the most frequent transfusion reaction is fever. Regarding the characterization of the population of cats and dogs that received a blood transfusion we concluded that 77.8% of the dogs were blood type DEA 1.1 negative and 22.2% were type DEA 1.1 positive. All cats included in this study were blood type A. The main cause for administering blood to dogs was anaemia due to bleeding (54.3%). Regarding the cats the major cause was a faulty red blood cell production (60%). In 61 transfusions there was only a register of dyspnoea in a cat in what comes to transfusion reactions.
Descrição: Orientação : Nuno Cardoso ; co- orientação : Odete Almeida ; responsável externo : Luís Miguel Amaral Cruz
URI: http://hdl.handle.net/10437/4733
Aparece nas colecções:BIBLIOTECA - Dissertações de Mestrado
Mestrado Integrado em Medicina Veterinária

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Maria_da_Luz_format pdf.pdf1.27 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.