Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10437/4612
Título: Hospital-Colónia Rovisco Pais: um projeto de uma cidade ideal?
Autores: Xavier, Sandra
Palavras-chave: LEPRA
LEPROSY
HOSPITAIS
HOSPITALS
URBANISMO
URBANISM
HISTÓRIA DE PORTUGAL
HISTORY OF PORTUGAL
Data: 2012
Editora: Edições Universitárias Lusófonas
Resumo: Este artigo decorre de um projeto de investigação intitulado “Hospital-Colónia Rovisco Pais: antropologia e história em contexto”, apoiado em 2005 pelo Instituto de Investigação Interdisciplinar da Universidade de Coimbra. Procurarei interrogar a associação estabelecida pelo médico português Fernando Bissaya Barreto (1886-1974) entre o falanstério, concebido por Charles Fourier (1772-1837) nos anos 20 e 30 do século XIX, e as suas propostas de construção de um Hospital-Asilo-Colónia para “alienados” e, posteriormente, para doentes com lepra, atualmente designada por doença de Hansen ou hanseníase, por referência ao médico norueguês Armauer Hansen (1841-1912), que em 1872 identificou o Mycrobacterium Leprae. O propósito será averiguar as possíveis relações entre algumas utopias modernas de cidades ideais que, segundo Jane Jacobs em Morte e Vida das Grandes Cidades, influenciaram o que ela designa por princípios do urbanismo moderno ortodoxo, baseados no que os urbanistas gostariam que as cidades fossem e não no que elas são, e algumas estruturas de isolamento, nomeadamente colónias agrícolas, construídas para todos aqueles que representavam uma ameaça à utopia de uma sociedade perfeita.
This article derives from a research project entitled “Hospital-Colónia Rovisco Pais: anthropology and history in context”, supported in 2005 by the Institute for Interdisciplinary Research at the University of Coimbra. I will try to examine the association established by Portuguese physician Fernando Bissaya Barreto (1886-1974) between the Phalanstery, designed by Charles Fourier (1772-1837) in the ‘20s and ‘30s of the nineteenth century, and its proposed construction of a Hospital-Asylum Cologne to “alienated” and later for patients with leprosy, now known as Hansen’s disease, by reference to Norwegian physician Armauer Hansen (1841-1912), who in 1872 identified the Mycrobacterium leprae. The purpose is to ascertain the possible relationship between some modern utopias of ideal cities that, according to Jane Jacobs in The Death and Life of Great American Cities, influenced what she termed orthodox principles of modern urbanism, and some structures of isolation, especially agricultural colonies, built for all those who posed a threat to the utopia of a perfect society.
Descrição: Babilónia : Revista Lusófona de Línguas, Culturas e Tradução
URI: http://hdl.handle.net/10437/4612
ISSN: 1646-3730
Aparece nas colecções:Babilónia : Revista Lusófona de Línguas, Culturas e Tradução nº 12 (2012)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
hospital_colonia_rovisco_pais.pdf3.2 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.