Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/4587
Título: Explorando modelos in vivo para caracterizar a microcirculação periférica : um estudo piloto
Exploring in vivo models to characterize peripheral microcirculation : a pilot study
Autores: Silva, Henrique
Ferreira, Hugo A.
Tavares, Liliana Patrícia da Veiga Durão Barbosa
Buján Varela, Julia
Rodrigues, Luís Monteiro
Palavras-chave: MEDICINA
MEDICINE
FISIOLOGIA HUMANA
HUMAN PHYSIOLOGY
SKIN
PELE
MICROCIRCULAÇÃO
MICROCIRCULATION
ESTUDOS DE CASO
CASE STUDIES
Data: 2014
Relatório da Série N.º: Edições Universitárias Lusófonas
Resumo: Nos últimos anos, a circulação cutânea surgiu como uma janela interessante para analisar a função microcirculatória e os mecanismos de disfunção. Tecnologias não-invasivas, incluindo a Fluxometria por Laser Doppler (FLD), gasimetria transcutânea e a Perda Transepidérmica de Água (PTEA), ajudaram a considerar a circulação cutânea como um modelo de translação útil na doença vascular. Neste estudo procurou-se avaliar o perfil de resposta de um grupo de indivíduos jovens saudáveis ​​(n = 8), de ambos os sexos (24,5 ± 0,8 anos de idade) a três manobras de condicionamento da perfusão no membro inferior - A: elevação da perna enquanto sentado, B: elevação da perna enquanto em decúbito dorsal; C: oclusão supra-sistólica com um torniquete. As técnicas de medição incluiram FLD, pressões parciais transcutâneas (tc) pO2 e pCO2 por gasimetria e PTEA por evaporimetria. Foram aplicados testes de estatística descritiva e não paramétrica, sendo adotado um nível de confiança de 95%. As tcpO2 e tcpCO2 alteraram-se significativamente durante as manobras. Foi registado um perfil de evolução recíproca para FLD e PTEA em A e C, o que pode sugerir que, sob as condições experimentais as condições de perfusão local podem influenciar a função epidérmica "barreira". Os modelos propostos parecem ser adequados para caracterizar a microcirculação periférica in vivo, o que justifica estudos de desenvolvimento posteriores.
In recent years cutaneous circulation has emerged as an interesting window through which to study microcirculatory function and dysfunction mechanisms. Non-invasive technologies, including Laser Doppler Flowmetry (LDF), transcutaneous gasimetry and Transepidermal Water Loss (TEWL), helped to consider cutaneous circulation as a useful translational model in vascular disease. In this study we attempted to evaluate the response profile from a group of healthy young individuals (n=8), of both genders (24,5 ± 0,8 years old) to three perfusion-conditioning maneuvers in the lower limb - A: leg elevation while seated; B: leg elevation during dorsal decubitus; C: supra-systolic occlusion with a tourniquet-cuff. Measurement techniques included LDF, transcutaneous (tc) pO2 and pCO2 partial pressures, by gasimetry and TEWL by evaporimetry. Descriptive and nonparametric statistics were applied and a 95% confidence level adopted. tcpO2 and tcpCO2 changed significantly during the maneuvers. A reciprocal evolution profile was registered in LDF and TEWL in A and C which might suggest that under the present experimental conditions local perfusion might influence the epidermal “barrier” function. The proposed models seem to be appropriate to characterize the peripheral microcirculation in vivo, justifying further development studies.
URI: http://hdl.handle.net/10437/4587
ISSN: 2182-2379
Aparece nas colecções:Biomedical and Biopharmaceutical research Vol.10 n.º1 (2013)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
exploring_vivo_models_characterize_peripheral_microcirculation.pdf1.69 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.