Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/4578
Título: Grau de procura da acupunctura como opção terapêutica numa amostra da população de Lisboa
Degree of search of acupuncture as a therapeutic option in a population sample of Lisbon
Autores: Costa, Maria do Céu
Gonçalves, Catarina
Oliveira, Cláudia
Ferreira, Helena Pinto Ferreira
Palavras-chave: MEDICINA
ACUPUNCTURA
MEDICINA ALTERNATIVA
MEDICINE
ACUPUNCTURE
ALTERNATIVE MEDICINE
TERAPIAS ALTERNATIVAS
ALTERNATIVE THERAPIES
ESTUDOS DE CASO
CASE STUDIES
LISBOA
LISBON
Data: 2014
Relatório da Série N.º: Edições Universitárias Lusófonas
Resumo: Este é um estudo exploratório e correlacional, com um número inicial de 150 participantes, utilizando uma amostra de conveniência constituída por cinco clínicas médicas e cinco casas de medicina tradicional chinesa, em Lisboa, onde os indivíduos foram autorizados a responder voluntariamente a questionários. Apresenta uma taxa de resposta de 74% (N=111). A adesão à acupunctura é maior no sexo feminino e na faixa etária de 31 a 50 anos (40% homens e 48% mulheres). A procura de tratamento de problemas musculares e articulares e para problemas do foro psicológico são as mais descritas, apesar de ser referida como eficaz noutro tipo de queixas, e não ser o primeiro tipo de tratamento que a população procura. É reconhecido que os resultados podem ocorrer a médio e longo prazo, após várias sessões terapêuticas, o que não parece afetar a perceção da população em estudo que se diz satisfeita (53%) com uma muita boa e / ou boa relação benefício-custo. Em geral, a maioria da população (93%) confia na terapia pelo resultado bom ou muito bom (79%) ou razoável (16%) obtido, e deposita confiança (88%) nas competências do profissional de saúde que executa a acupunctura.
This is an exploratory and correlational study, with an initial number of 150 participants using a convenience sampling from five medical clinics and five centers of traditional Chinese medicine in Lisbon, where subjects were allowed to respond voluntarily to questionnaires. A response rate of 74% (N = 111) was achieved. Adherence to acupuncture is higher in females and in the age group 31-50 years (40% men and 48% women). Muscle and joint problems, in addition to psychological disorders are described as the most common reasons for recourse to Acupuncture, although it is also referred to as an effective treatment for other types of complaints. However, acupuncture is not the first treatment that the people turn to. It is recognized that results may occur in the medium to long term and after several therapy sessions. This does not seem to affect the study population's perception of the treatment which is shown to be content with very good and/or good value for money (53%). Overall, the majority of the population (93%) relies on the therapy for the good and/or very good (79%) or reasonable (16%) results obtained, and shows trust (88%) in the competences of the health care provider who performs the acupuncture.
URI: http://hdl.handle.net/10437/4578
ISSN: 2182-2379
Aparece nas colecções:Biomedical and Biopharmaceutical research Vol.10 n.º1 (2013)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
degree_search_acupunture_therapeutic_option_population_sample_lisbon.pdf1.64 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.