Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/3610
Título: Contribuição para o estudo do linfoma no cão em Portugal : análise da casuística em dois centros de referência
Autores: Lobo, Luís Lima, orient.
Almeida, Joana Branquinho Ramos de
Palavras-chave: VETERINÁRIA
CANÍDEOS
QUIMIOTERAPIA
CANIDS
CHEMOTHERAPY
MESTRADO INTEGRADO EM MEDICINA VETERINÁRIA
CÃES
DOGS
NEOPLASIAS MALIGNAS
MALIGNANT NEOPLASMS
ESTUDOS DE CASO
CASE STUDIES
MEDICINA VETERINÁRIA
VETERINARY MEDICINE
Data: 2012
Resumo: O linfoma é um grupo heterogéneo de neoplasias que apresentam morfologia variável e apresentações clínicas diversas, exigindo diferentes abordagens diagnósticas e terapêuticas. O prognóstico difere bastante entre os canídeos afectados. A presente dissertação refere-se a um estudo retrospectivo (2008-2012), de 50 canídeos com linfoma, com o objectivo de comparar os resultados obtidos com a bibliografia publicada, determinando ainda o impacto do imunofenótipo (B ou T) na sobrevida de cães com linfoma. Foi registado o mesmo número de machos e fêmeas e as raças mais frequentes foram o Boxer, Rottweiller e Cocker Spaniel. O diagnóstico da doença foi realizado maioritariamente por histopatologia de linfonodo (56%), revelando 84% de linfomas da forma multicêntrica. Quando determinado, o imunofenótipo mais frequente foi o de células B (69%). A maioria dos canídeos estava em estadios avançados da doença (III-V) (98%) no momento do diagnóstico, revelando 54% dos casos sub-estadio "b" segundo a OMS. O tratamento quimioterápico mais utilizado foi o protocolo CHOP (n=26) seguido do COP (n=9). A toxicidade hematológica e gastrointestinal secundárias à quimioterapia estiveram em igual número (22% cada), não se observando efeitos adversos em 56% dos cães com linfoma. Por último, o tempo médio de sobrevivência registado foi de 393 dias. Não foi encontrada uma relação estatísticamente significativa entre as variáveis (raça, sub-estadio e sexo) e o imunofenótipo de linfoma, sendo os tempos médios de sobrevivência de linfomas T e B semelhantes, 388 e 463 dias, respectivamente. No nosso caso, as principais diferenças encontradas, relativamente à bibliografia publicada, foram uma quantidade elevada de pacientes em sub-estadio "b" e os tempos médios de sobrevivência semelhantes para os diferentes imunofenótipos.
Lymphoma is a heterogeneous group of neoplasms that have variable morphology and different clinical presentation, requiring specific diagnostic and therapeutic approaches. The prognosis differs greatly among affected dogs. The present work relates to a retrospective study (2008-2012) of 50 dogs with lymphoma, in order to compare the results with published literature, and also determining the impact of the immunophenotype (B or T) on survival of dogs with lymphoma. It was recorded the same number of males and females and the most common breeds were Boxer, Rottweiler and Cocker Spaniel. The diagnosis was carried out mainly by lymph node histopathology (56%), showing 84% of lymphomas multicentric form. When determined, the most frequent immunophenotype was B-cell lymphoma (69%). Most dogs were in advanced stages of disease (III-V) (98%) at diagnosis, revealing 54% of cases substage "b" according to the WHO. CHOP-protocol was the most used (n=26) followed by the COP-protocol (n=9). The hematologic and gastrointestinal toxicity resulting from chemotherapy were in equal number (22% each), with no significant adverse effects in 56% of dogs with lymphoma. Finally, the mean survival time was recorded for 393 days. There was no statistically significant relationship between the variables (breed, substage and sex) and immunophenotype of lymphoma, being the mean survival time of lymphoma T and B similar, 388 and 463 days respectively. In our case, the main differences found in relation to the published literature,were a high number of patients in sub-stage "b" and similar median survival times for the different immunophenotypes.
Descrição: Orientação : Luís Lima Lobo ; co-orientação : Joaquim Henriques ; responsável externo : Hugo Gregório
URI: http://hdl.handle.net/10437/3610
Aparece nas colecções:BIBLIOTECA - Dissertações de Mestrado
Mestrado Integrado em Medicina Veterinária

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese linfoma JB .pdf4.03 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.