Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10437/3372
Registo completo
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorMagalhães, José Manuel Guimarães de, orient.
dc.contributor.authorBento, Marta Catarina Branco Ferreira
dc.date.accessioned2013-04-30T19:23:11Z
dc.date.available2013-04-30T19:23:11Z
dc.date.issued2012
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10437/3372
dc.descriptionOrientação: José Magalhãespt
dc.description.abstractEste estudo analisa a Inteligência Emocional no contexto da Enfermagem em Hemodiálise e a sua relação com o Burnout. Para tal, realizámos um estudo exploratório compreendendo 61 enfermeiros de duas unidades de hemodiálise, 18 do género masculino e 43 do género feminino. Os principais resultados indicam que os participantes com maiores níveis IE são menos afetados pela síndrome de burnout. Os participantes femininos, inseridos na classe etária dos 31 aos 35 anos, com filhos e a trabalharem mais horas semanais, mostraram níveis mais elevados de IE. Adicionalmente encontraram-se diferenças significativas entre as habilitações académicas e a compreensão das emoções dos outros e entre o autocontrolo perante as criticas e a uma maior carga horária de trabalho semanal. Ressalta deste estudo a importância da formação na área da IE, quer na formação de base dos enfermeiros, quer no contexto profissional da saúde de forma a formar profissionais mais resistentes ao burnout.pt
dc.description.abstractThis study analyzes the Emotional Intelligence in the context of nursing in Hemodialysis and their relationship with burnout. So, we conducted an exploratory study with 61 nurses from two hemodialysis units, 18 males and 43 females. The main results indicate that participants with higher levels IE are less affected by burnout. The female participants included in the age group of 31 to 35 years, with children and working more hours per week, showed higher levels of IE. Additionally we found significant differences between the academic qualifications and the understanding of other people’s emotions and between the self-control against criticism and greater weekly schedule. This study highlights the importance of training in the area of IE, either in basic training of nurses, either in the context of professional health so as to form professionals more resistant to burnout.en
dc.formatapplication/pdf
dc.language.isoporpt
dc.rightsopenAccess
dc.subjectGESTÃOpt
dc.subjectGESTÃO DE RECURSOS HUMANOSpt
dc.subjectINTELIGÊNCIA EMOCIONALpt
dc.subjectBURNOUTpt
dc.subjectENFERMAGEMpt
dc.subjectMANAGEMENTen
dc.subjectHUMAN RESOURCES MANAGEMENTen
dc.subjectEMOTIONAL INTELLIGENCEen
dc.subjectNURSINGen
dc.subjectMESTRADO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOSpt
dc.subjectBURNOUTen
dc.titleRelação entre Inteligência Emocional e Burnout nos Enfermeiros de Hemodiálise : um estudo exploratóriopt
dc.typemasterThesispt
Aparece nas colecções:Biblioteca - Dissertações de Mestrado
Mestrado em Gestão de Recursos Humanos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação final Marta Bento (suporte digital).pdf2.11 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.