Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/3362
Título: Inteligência Emocional em Alunos do 8º ano : diferenças em função de variáveis sociodemográficas
Autores: Faria, Liliana da Costa, orient.
Matias, Dora Filipa Santos
Palavras-chave: PSICOLOGIA
PSICOLOGIA SOCIAL
INTELIGÊNCIA EMOCIONAL
DEMOGRAFIA
PSYCHOLOGY
SOCIAL PSYCHOLOGY
DEMOGRAPHY
MESTRADO EM PSICOLOGIA SOCIAL E ORGANIZACIONAL
EMOTIONAL INTELLIGENCE
ADOLESCÊNCIA
ADOLESCENCE
Data: 2012
Resumo: A inteligência emocional tem ganho um relevo particular no domínio da psicologia, enquanto ingrediente-chave para alcançar sucesso, qualidade de relacionamento interpessoal, saúde, satisfação, bem-estar, e qualidade de vida, associados aos contextos educativos e profissionais (Nelis, Quoidbach, Mikolajczak, & Hansenne, 2009, cit. in Carvalho, 2011). Neste estudo visa-se estudar as qualidades psicométricas de um instrumento de avaliação da inteligência emocional, caracterizar a inteligência emocional, e analisar possíveis diferenças nos resultados em função de variáveis sociodemográficas. Participaram 557 alunos do 8º ano de escolaridade, 289 raparigas e 268 rapazes, entre os 11 e os 15 anos (M=13.27; DP=.583), que frequentavam escolas públicas do norte, centro, e sul de Portugal. A inteligência emocional foi avaliada através do Questionário de Inteligência Emocional de Bar-On, (Candeias & Rebocho, 2007). Em termos das qualidades psicométricas do instrumento verifica-se uma solução fatorial de 31 itens, organizados em cinco fatores, que explicam aproximadamente 50% da variância dos itens, sendo claramente identificados os fatores Humor Geral, Adaptabilidade e Interpessoal. Por sua vez, constatam-se diferenças estatisticamente significativas em função do sexo, na dimensão Intrapessoal, a favor das raparigas, e na dimensão Humor Geral a favor dos rapazes; em função da idade, na dimensão Adaptabilidade, a favor dos alunos mais novos; e, em função da localização geográfica, na dimensão Intrapessoal, a favor dos jovens do norte. Retiram-se implicações para o desenvolvimento de intervenções de aconselhamento de carreira ao longo da vida, que englobem o construto da inteligência emocional.
Emotional intelligence has gained special importance in the field of psychology as a key ingredient for success, quality of interpersonal relationships, health, satisfaction, wellbeing and quality of life associated with educational and professional contexts (Nelis, Quoidbach, Mikolajczak, & Hansenne, 2009, cit. in Carvalho, 2011). This study aims to study the psychometric qualities of an instrument of emotional intelligence, characterize emotional intelligence, and analyze possible differences in results according to sociodemographic variables. 557 students in 8th grade participated, 289 girls and 268 boys between 11 and 15 years (M = 13:27, SD = .583) attending public schools in northern, central and southern Portugal. Emotional intelligence was assessed using the Emotional Intelligence Questionnaire Bar-On (Rebocho & Candeias, 2007). In terms of the psychometric qualities of the instrument there is a factorial solution of 31 items organized into five factors, explaining approximately 50% of the variance of the items being clearly identified the factors Humor General Adaptability and Interpersonal. In terms of the psychometric qualities of the instrument there is a solution factorial of 31 items organized into five factors, explaining approximately 50% of the variance of the items being clearly identified factors Humor General, Adaptability and Interpersonal. In turn, there are also significant differences by gender in the Intrapersonal dimension in favor of girls, and the General Mood scale in favor of boys according to age, the dimension Adaptability in favor of younger students; and, depending on geographic location in the intrapersonal dimension, for young people from the north. Remove from implications to the development of career counseling interventions lifelong covering the construct of emotional intelligence.
Descrição: Orientação: Liliana Faria ; co-orientação: Joana Carneiro Pinto
URI: http://hdl.handle.net/10437/3362
Aparece nas colecções:BIBLIOTECA - Dissertações de Mestrado
Mestrado em Psicologia Social e Organizacional

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação_Dora Matias.pdf1.14 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.