Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/2717
Título: O banco mundial e a política educacional no Estado da Bahia a partir de 1996, o programa Educar para vencer : fortalecimento da gestão educacional
Autores: Neves, Eduardo Fernandes, orient.
Vigas, Sérgio Henrique do Valle
Palavras-chave: CIÊNCIA POLÍTICA
EDUCAÇÃO
POLÍTICA EDUCATIVA
GESTÃO ESCOLAR
ESCOLAS PÚBLICAS
BRASIL
BAHIA
POLITICAL SCIENCE
EDUCATION
EDUCATIONAL POLICY
EDUCATIONAL MANAGEMENT
STATE SCHOOLS
BRAZIL
MESTRADO EM CIÊNCIA POLÍTICA - CIDADANIA E GOVERNAÇÃO
Data: 2007
Resumo: A gestão do sistema educacional brasileiro foi significativamente descentralizada pela Constituição Federal de 1988 (CF/88) ao reconhecer a autonomia entre os três níveis federativos e ao introduzir o princípio da gestão democrática da Educação. Assim motivado, o sistema educacional baiano iniciou sua reforma em 1999, através do Programa Educar para Vencer, tendo como referencial oferecer maiores níveis de autonomia e capacidade local de gestão para as unidades escolares públicas no Estado da Bahia. Para fortalecer a gestão educacional, o Governo, através do Projeto Fortalecimento da Gestão e Autonomia Educacional (PFGAE), introduziu o planejamento estratégico para melhorar a qualidade de ensino como ferramenta de gestão das escolas públicas estaduais baianas, apoiado em um amplo programa de financiamento para a sua implementação.
The administration of Brazil’s educational system was significantly decentralized by the Federal Constitution of 1988 (CF/88) when it recognized the autonomy between the three federative levels and introduced the education’s democratic management principle. Motivated by that, Bahia’s educational system started its reform in 1999, through the “Educar para Vencer” (Educate to Win) program, having as its aim to offer bigger levels of autonomy and administrative local capacity for public schools in the State of Bahia. To strengthen the educational administration, the government, via the Administration Strengthening and Educational Autonomy Project (PFGAE), introduced the strategic planning to improve the quality of education as a management tool of the state schools of Bahia, supported by a wide financing program for its implementation.
Descrição: Orientação: Eduardo Fernandes Neves
URI: http://hdl.handle.net/10437/2717
Aparece nas colecções:BIBLIOTECA - Dissertações de Mestrado
Mestrado em Ciência Política - Cidadania e Governação

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Versão Final 1.pdfDissertação de Mestrado28.02 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.