Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/251
Título: Virus-Resistance Genes: The Mouse Model
Autores: Faísca, Pedro
Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias
Palavras-chave: VETERINÁRIA
INFEÇÕES
INFECTIONS
GENÉTICA ANIMAL
ANIMAL GENETICS
EXPERIÊNCIAS LABORATORIAIS
LABORATORY EXPERIMENTS
MEDICINA VETERINÁRIA
VETERINARY MEDICINE
Data: 2007
Editora: Edições Universitárias Lusófonas
Citação: Revista Lusófona Ciência e Medicina Veterinária 1: (2007) 10-15
Resumo: Os Homens e os animais diferem grandemente nas suas respostas às infecções virais. Os vírus podem induzir, em alguns, sintomas ligeiros, enquanto que em outros podem provocar patologias graves mesmo mortais. Acumulam-se evidências que o património genético é um dos factores primordiais a condicionar e contribuir para a complexidade das interações vírus-hospedeiro. A identificação de genes com papel na resposta à infecção viral tornouse pois o tema de investigação de muitos laboratórios, com o objectivo de elucidar os processos fisiopatológicos que regem e determinam esse tipo de resposta. Neste artigo de revisão pretende-se ilustrar como o modelo murino têm sido utilizado para a identificação de genes de resistência viral, e como estes podem funcionar como base para a descoberta de genes homólogos em outras espécies. na elucidação dos mecanismos de resistência, e em novos componentes da reunir todos os genes de resistência viral descobertos em murganhos.
Descrição: Revista Lusófona de Ciência e Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10437/251
Aparece nas colecções:Revista Lusófona de Ciência e Medicina Veterinária Vol. 01 (2007)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
virus_resistance.pdf116 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.