Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10437/1995
Registo completo
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.authorMbangale, Machozi Tshopo-
dc.date.accessioned2012-03-21T17:10:13Z-
dc.date.available2012-03-21T17:10:13Z-
dc.date.issued2009-
dc.identifier.issn1645-9970-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10437/1995-
dc.descriptionAfricanologia : Revista Lusófona de Estudos Africanospt
dc.description.abstractO português é uma língua românica enquanto que o suaíli é uma língua africana Bantu. O estudo contrastivo revela que, nestas línguas, as entidades da construção relativa são: o antecedente, o pronome relativo e a subordinada relativa. Em português, os pronomes relativos colocam-se entre o antecedente e a subordinada relativa, mas usam-se às vezes sem antecedente. Em suaíli, alguns pronomes relativos aparecem entre o antecedente e a subordinada relativa ou utilizam-se sem antecedente, outros incorporam-se no verbo da subordinada relativa como infixos ou pospõem-se a esse verbo como sufixos. No entanto o suaíli apresenta um pronome relativo zero. Os pronomes relativos de ambas as línguas exercem as funções de sujeito, de complemento de objecto e de adjunto adverbial. O antecedente do português e do suaíli coloca-se à esquerda do pronome relativo, e por vezes está ausente na construção relativa. Em português e em suaíli, o verbo da subordinada relativa concorda com o antecedente quando o pronome relativo tem a função de sujeito. Também o pronome relativo do português e do suaíli concordam com o antecedente. Por fim, uma frase relativa do suaíli pode conter duas marcas de concordância. Nesta língua bantu, a concordância relativa faz-se em classe.pt
dc.description.abstractPortuguese is a Romanic language and Swahili is an African bantu language. A contrastive study shows that the entities of the relative construction in both languages are: the antecedent, the relative pronoun and the subordinate relative. In Portuguese, the relative pronouns are located between the antecedent and the subordinate relative and sometimes they are used without antecedents. In Swahili, some relative pronouns appear between the antecedent and the subordinate relative or they can be used without antecedents; others come in the verb of the subordinate relative clause as infixes or appear as suffixes of that verb. However, Swahili has a zero relative pronoun. The relative pronouns of both these languages can play a role of subject, object of the verb or adverbial adjunct. In Portuguese and Swahili, the antecedent comes at left side of the relative pronoun and sometimes it doesn't appear in the relative construction. In both languages, the verb of the subordinate relative clause concords with the antecedent whenever the relative pronoun acts as subject. Also the relative pronoun of Portuguese and Swahili concords with the antecedent. Finally, a relative phrase in Swahili can have two concordance marks. In this bantu language, the relative concordance is done in class.en
dc.formatapplication/pdf-
dc.language.isoporpt
dc.publisherEdições Universitárias Lusófonaspt
dc.rightsopenAccess-
dc.subjectLINGUÍSTICApt
dc.subjectLÍNGUA PORTUGUESApt
dc.subjectESTUDOS COMPARADOSpt
dc.subjectESTUDOS AFRICANOSpt
dc.subjectGRAMÁTICApt
dc.subjectLINGUISTICSen
dc.subjectPORTUGUESE LANGUAGEen
dc.subjectCOMPARATIVE STUDIESen
dc.subjectGRAMMARen
dc.subjectAFRICAN STUDIESen
dc.titleA frase relativa em português e em suaílipt
dc.typearticlept
Aparece nas colecções:Africanologia : Revista Lusófona de Estudos Africanos nº 02

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
1313-4623-1-PB.pdf65.19 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.