Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/1588
Título: Contribuição para o estudo da prevalência de Dirofilariose Felina na Sub-Região do Baixo Vouga
Autores: Fonseca, Maria Inês, orient.
Miranda, Bruna O’Neill
Palavras-chave: MEDICINA VETERINÁRIA
FELÍDEOS
VETERINARY MEDICINE
FELIDS
MESTRADO INTEGRADO EM MEDICINA VETERINÁRIA
GATOS
CATS
VETERINÁRIA
DIROFILARIOSE
DIROFILARIASIS
BAIXO VOUGA
Data: 2011
Resumo: A Dirofilariose é uma doença parasitária, provocada por um nemátode, Dirofilaria immitis que, não obstante ser considerada rotineiramente como diagnóstico diferencial em canídeos, é bastante subdiagnosticada em felinos. Nestes, a infecção caracteriza-se por uma baixa carga parasitária e microfilarémia rara ou transitória, tornando o diagnóstico num desafio clínico, não só pela sintomatologia inespecífica, como pelas limitações dos meios de diagnóstico. Por exemplo, em Portugal ainda não é comercializado o teste de detecção de anticorpos contra D. immitis. O objectivo deste estudo foi estimar a prevalência de D. immitis em felinos por pesquisa de antigénios, na sub-região do Baixo Vouga, recorrendo ao teste SNAP® Feline Triple® Test (Idexx). Para o efeito foi colhida uma amostra de setenta e dois gatos, sintomáticos e assintomáticos. Esta zona possui uma prevalência de Dirofilariose em cães assintomáticos de 9,3%. Nenhum dos animais testados apresentou microfilarémia no teste de gota fresca. A detecção sérica de antigénios de D. immitis foi de 1,4%, resultado que poderá alertar a comunidade veterinária para o risco de gatos manifestarem esta doença, bem como o dever de implementar uma correcta profilaxia, sobretudo por se tratar de uma doença severa e mortal para os felídeos e pelos riscos que representa para a Saúde Pública, uma vez que se trata de uma zoonose.
Heartworm is a parasitary disease caused by a nematode, Dirofilaria immitis which, whilst it is usually considered a differential diagnosis in dogs, it is fairly underdiagnosed in cats. In cats the infection is characterized by a low parasitary load and rare or transitional microfilaremia, making this diagnosis a clinical challenge, not only due to its non-specific symptomatology, but also to the limited means of diagnosis. For instance, the antibody detection test against D. immitis is not commercialized/available yet. The goal of this study was to estimate the prevalence of D. immitis based upon antigen detection in cats from the sub-region of Baixo Vouga, using the SNAP® Feline Triple® Test (Idexx) in a sample of seventy-two cats, symptomatic and asymptomatic. This region has a 9,3% prevalence of Heartworm in asymptomatic dogs. None of the tested animals presented microfilaremia in the blood exame. The seric detection of antigen of D. immitis was 1,4%. The results of this study suggests a more aware approach is needed from the veterinary community when it comes to this disease, as well as for the need to implement an adequate prophylaxis, mainly because it generally to a severe and deadly outcome for cats, and because Public Health risk, since it is a zoonosis.
Descrição: Orientação: Maria Inês Fonseca ; co-orientação: Lara Alves
URI: http://hdl.handle.net/10437/1588
Aparece nas colecções:BIBLIOTECA - Dissertações de Mestrado
Mestrado Integrado em Medicina Veterinária

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Mestrado.pdf4.58 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.