Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10437/12098
Título: Análise dos golos da Copa do Mundo FIFA 2019 de futebol praia
Autores: Lopes, António Manuel Marques de Sousa Alves, orient.
Motta, Fernando Brunoro
Palavras-chave: MESTRADO EM FUTEBOL-DA FORMAÇÃO À ALTA COMPETIÇÃO
DESPORTO
SPORT
EDUCAÇÃO FÍSICA
PHYSICAL EDUCATION
FUTEBOL DE PRAIA
BEACH FOOTBALL
TREINO DESPORTIVO
SPORTS COACHING
COMPETIÇÕES DESPORTIVAS
SPORTS COMPETITIONS
Data: 2021
Resumo: O futebol praia é um desporto coletivo de invasão com regras que estimulam a marcação de muitos golos. Nos últimos anos, a investigação sobre a modalidade tem aumentado, mas os estudos que analisam a incidência dos golos ainda são incipientes. Este trabalho tem como objetivo analisar as características dos golos de uma competição internacional de alta performance no futebol praia. Foram avaliados os 32 jogos da Copa do Mundo FIFA 2019 de Futebol Praia, de maneira a registar os 286 golos marcados pelas 16 seleções que disputaram a competição. Todos os golos foram filmados, codificados e analisados, de modo que fornecesse informações temporais (período de jogo), espaciais (corredor do início da ação, corredor de finalização e setor de finalização), de tarefa (parte do corpo e toques) e de desempenho (relação entre o primeiro golo e o resultado final da partida e tipos de ação ofensiva). Utilizou-se frequência relativa e absoluta para descrição e teste Qui-quadrado para verificar a associação entre as variáveis, com nível de significância p<0,05. Foi evidenciado que em 68,7% dos jogos, a equipa que fez o primeiro golo, venceu a partida, havendo uma associação estatisticamente significativa entre o 1º golo e a vitória na partida (!!(1)=4,50; p<0,034). Em relação ao período de jogo, a etapa final foi quando aconteceu o maior número de golos (43%). Não houve associação estatisticamente significativa entre o corredor do início da ação ofensiva e o corredor de finalização (%!(6)=7,92; p=0,244). Quanto aos golos feitos de cabeça, houve uma maior realização de golos em bola parada (%!=13,81; p<0,001), sendo 7,3% dos golos feitos dessa maneira. Ao analisar apenas os golos de cabeça em bola parada, 76,2% foram marcados após o canto. Associando os setores de finalização e os tipos de ações ofensivas, 71,4% dos golos marcados em organização ofensiva foram concluídos com êxito na área ofensiva. Relativamente ao número de toques precedentes à finalização, 70,4% dos golos foram feitos sem que o marcador realizasse nenhum toque na bola antes do remate à baliza, ou seja, finalização de primeira. Concluiu-se que existem padrões que caracterizam os golos no futebol praia, por isso, é importante discriminar indicadores de desempenho que possam fornecer as melhores informações aos treinadores, servindo de subsídios para adequarem os seus treinos e obterem uma consequente melhora na performance desportiva de suas equipas.
Beach soccer is a team invasion sport with rules that stimulate the scoring of many goals. In recent years, research on the sport has increased, but studies analyzing the incidence of goals are still incipient. Objective: Analyze the characteristics of goals in an international high performance beach soccer competition to identify possible patterns. Methods: The 32 games of the 2019 FIFA Beach Soccer World Cup were evaluated in order to record the 286 goals scored by the 16 teams that competed in the competition. All goals were filmed, coded, and analyzed in order to provide temporal (period of play), spatial (corridor of the start of the action, corridor of finishing and sector of finishing), task (body part and touches), and performance (relationship between the first goal and the result of the match and types of offensive action) information. Statistical Analysis: Relative and absolute frequencies were used for description and the Chi square test was used to check data association, with a significance level of p<0.05. Results: It was evidenced that in 68.7% of the matches, the team that scored the first goal, won the match. and there was a statistically significant association between the 1st goal and winning the match (%!(1)=4.50; p<0.034). Regarding the period of the game, the final stage was when the highest number of goals occurred (43%). There was no statistically significant association between the start corridor of the offensive action and the finishing corridor ( %! (6)=7.9247.81; p=<0.244001). As for the goals scored from headers, there was a greater realization of goals scored from set pieces (%!=13,81; p<0,001), with 7.3% of the21 goals being scored this way. When analyzing only the headed goals in set-pieces, 76.2% were scored after the corner. Associating the finishing sectors and the types of offensive actions, 71.4% of the goals scored in offensive organization were successfully completed in the offensive area. Regarding the number of touches prior to the goal, 70.4% of the goals were scored without any touch on the ball before the shot on goal, i.e., first-time finishing. It was concluded that there are patterns that characterize the goals in beach soccer, so it is important to discriminate performance indicators that can provide the best information to coaches, serving as subsidies to adjust their training and obtain a consequent improvement in the sports performance of their teams.
Descrição: Orientação: António Manuel Marques de Sousa Alves Lopes
URI: http://hdl.handle.net/10437/12098
Aparece nas colecções:Biblioteca - Dissertações de Mestrado
Mestrado em Futebol - da Formação à Alta Competição

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
2021.05.11 - Versão Final - DISSERTAÇÃO MESTRADO FUTEBOL - FERNANDO BRUNORO MOTTA.pdfDissertação de Mestrado22.32 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.