Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10437/12033
Título: Origem do Estado hobbesiano: Manutenção de sua força e poder em contraposição ao ato de liberdade como expressão democrática
Autores: Lopes, Malaquias Augusto
Palavras-chave: ESTADO
DEMOCRACIA
STATE
DEMOCRACY
HOBBES, THOMAS
Data: 2019
Editora: Universidade Lusófona da Guiné
Resumo: Este artigo faz uma investigação comparativa entre a ideia demanutenção da força e do poder do Estado e o ato de liberdade como expressão democrática. Esta ideia de manutenção será abordada a partir da concepção hobbesiana de república. Os pressupostos que procuraremos sustentar serão com relação aos conflitos existentes entre o modelo hobbesiano do Estado e a concepção de liberdade enfatizada por Hobbes.Procuraremos, a princípio, entender em que se sustenta a teoria do Estado hobbesiano – sua origem – na sua obra Leviatã (2003), para depois, sucintamente traçar os apontamentos com relação ao tema. As obras Segundo Tratado sobre o Governo Civil (1994) e Ensaio sobre o Entendimento Humano (1999) de John Locke e Sobre a Liberdade (1991) de John Stuart Mill sustentarão nossas assertivas. As conclusões apontarão para um problema paradoxal existente, inerente ao conflito legal que se estabelece entre a lei moral e positiva, aquando do direito de resistir.
Descrição: Sintidus
URI: http://hdl.handle.net/10437/12033
ISSN: ISSN 2616 - 3233
Aparece nas colecções:Sintidus n.º 2 (2019)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
2019_S2_06_Malaquias Lopes.pdf1.05 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.