Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10437/11908
Registo completo
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorFerreira, Maria José Pereira, orient.-
dc.contributor.authorCortez, Rosaldina de Jesus Virgílio-
dc.date.accessioned2021-04-23T17:39:38Z-
dc.date.available2021-04-23T17:39:38Z-
dc.date.issued2021-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10437/11908-
dc.descriptionOrientação: Maria José Pereira Ferreirapt
dc.description.abstractNo processo de envelhecimento, alterações na percepção e na cognição podem gerar prejuízos no reconhecimento das expressões emocionais faciais. Dificuldades nestes domínios podem levar a um comprometimento na competência social, funcionamento social, bem como diminuição da qualidade de vida. Dada a relevância e pertinência do tema, no presente trabalho fez-se uma revisão sistemática da literatura de acordo com as diretrizes PRISMA com o intuito de perceber as diferenças relacionadas com a idade no reconhecimento emocional na população idosa normativa. Para este efeito, foram pesquisadas três bases de dados, Pubmed, Web of Science e Scopus, sendo selecionados 37 artigos publicados entre 2010 e 2020. Os resultados mostram que os idosos apresentam um declínio no reconhecimento das expressões emocionais, principalmente para as emoções negativas, ao passo que reconhecem com mais precisão emoções positivas. Estes resultados podem ser explicados pela Teoria estrutural e pela Teoria da seletividade socioemocional. Por outro lado, as diferenças relacionadas com a idade nas tarefas de reconhecimento emocional são mais proeminentes quando utilizados estímulos estáticos comparativamente com os dinâmicos que se mostram mais eficazes na capacidade de minimizar o grau de dificuldade dos idosos na tarefa de identificação emocional.pt
dc.description.abstractIn the aging process, changes in perception and cognition can generate losses in the recognition of facial emotion expressions. Difficulties in these áreas can lead to impaired social competence, social functioning, as well as decreased quality of life. Given the relevance and pertinence of the theme, in the present work, a systematic review of the literature was carried out according to the PRISMA guidelines in order to understand the age-related differences in emotional recognition in the elderly normative population. For this purpose, three databases were searched, Pubmed, Web of Science and Scopus, with 37 articles published between 2010 and 2020 being selected. The results show that the elderly show a decline in the recognition of emotional expressions, mainly for negative emotions, while they more accurately recognize positive emotions. These results can be explained by the structural theory and the theory of socioemotional selectivity. On the other hand, age differences in the tasks of emotional recognition are more prominent when using static rather than dynamic stimuli that are quite effective due to the ability to minimize the degree of difficulty of the elderly in the task of emotional identification.en
dc.formatapplication/pdf-
dc.language.isoporpt
dc.rightsopenAccess-
dc.subjectMESTRADO EM PSICOLOGIA CLÍNICA E DA SAÚDEpt
dc.subjectPSICOLOGIApt
dc.subjectPSYCHOLOGYen
dc.subjectPSICOLOGIA DA SAÚDEpt
dc.subjectHEALTH PSYCHOLOGYen
dc.subjectEMOÇÕESpt
dc.subjectEMOTIONSen
dc.subjectPERCEÇÃOpt
dc.subjectPERCEPTIONen
dc.subjectEXPRESSÕES FACIAISpt
dc.subjectFACIAL EXPRESSIONSen
dc.subjectIDADEpt
dc.subjectAGEen
dc.subjectINTELIGÊNCIA EMOCIONALpt
dc.subjectEMOTIONAL INTELLIGENCEen
dc.titleO papel da idade na capacidade de reconhecimento emocional : uma revisão sistemática da literaturapt
dc.typemasterThesispt
dc.identifier.tid202630021pt
Aparece nas colecções:Biblioteca - Dissertações de Mestrado
Mestrado Em Psicologia Clínica e da Saúde

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO. Rosaldina Cortez versão final.pdfDissertação de Mestrado466.72 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.