Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10437/11901
Título: Representações sociais acerca da parentalidade de mulheres reclusas : o papel da empatia
Autores: Ferreira, Célia Isabel Lima, orient.
Antunes, Ana Cristina Vaz
Palavras-chave: MESTRADO EM PSICOLOGIA DA JUSTIÇA
PSICOLOGIA
PARENTALIDADE
RECLUSÃO 
MULHERES
REPRESENTAÇÕES SOCIAIS 
EMPATIA
PSYCHOLOGY
PARENTHOOD
PRISON
WOMEN
SOCIAL REPRESENTATIONS
EMPATHY
Data: 2021
Resumo: O presente estudo teve como objetivo principal analisar o papel da empatia nas representações dos indivíduos sobre as mulheres reclusas. A amostra deste estudo foi constituída por 236 indivíduos, maioritariamente do sexo feminino (68.2%) e com idades compreendidas entre os 18 e os 63 anos (M = 27.25, DP = 9.72). A recolha de dados decorreu de forma online e envolveu um protocolo de instrumentos constituído por um questionário sociodemográfico, pelo Maternal Behavior Q-Sort (MBQS) e pela Escala de Empatia. Os resultados revelaram que as mulheres apresentavam níveis significativamente superiores de empatia, mas também representações mais negativas face à parentalidade de mulheres reclusas. Para além disso, concluiu-se pela existência de associações positivamente significativas entre a empatia e as representações face à parentalidade geral e de mulheres reclusas, mas não entre a empatia e as representações negativas face à parentalidade daquele grupo. A empatia revelou-se também não preditora das representações negativas face à parentalidade de mulheres reclusas. De um modo global, os dados obtidos neste estudo contribuíram para um maior conhecimento sobre as representações da comunidade acerca da parentalidade em contextos de risco, mais especificamente sobre as mulheres reclusas.
The main objective of this study was to analyze the role of empathy in the individuals’ representations about female prisoners. The sample of this study consisted of 236 individuals, mostly female (68.2%), aged between 18 and 63 years old (M = 27.25, SD = 9.72). The collection was carried out through an online form, which included a set of instruments, namely the sociodemographic questionnaire, Maternal Behavior Q-Sort (MBQS) and empathy scale. The results showed that women had significantly higher levels of empathy, but also more negative representations regarding the parenting of female prisoners. In addition, it was concluded that there are positively significant associations between empathy and representations in the regard to general parenting and female prisoners, but not between empathy and negative representations towards that group's parenting. Empathy also proved not to be a predictor of negative representations regarding the parenting of female prisoners. Overall, the data obtained in this study contributed to a greater understanding of the community's representations about parenting in contexts of risk, more specifically about female prisoners..
Descrição: Orientação: Célia Isabel Lima Ferreira
URI: http://hdl.handle.net/10437/11901
Aparece nas colecções:Biblioteca - Dissertações de Mestrado
Mestrado em Psicologia da Justiça

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
AnaAntunes_21806018_ Versão Final(1).pdfDissertação de Mestrado665.44 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.