Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10437/112
Título: A economia dos conflitos violentos em África
Autores: Brito, Íris de
Palavras-chave: AFRICANOLOGIA
CONFLITOS ARMADOS
PAÍSES EM DESENVOLVIMENTO
ÁFRICA
AFRICAN CULTURAL STUDIES
ARMED CONFLICTS
DEVELOPING COUNTRIES
AFRICA
ESTUDOS LUSÓFONOS
ESTUDOS AFRICANOS
POBREZA
VIOLÊNCIA
GUERRA CIVIL
RECURSOS NATURAIS
LUSOPHONE STUDIES
AFRICAN STUDIES
POVERTY
VIOLENCE
CIVIL WAR
NATURAL RESOURCES
Data: 2008
Editora: Edições Universitárias Lusófonas
Resumo: Os conflitos armados que, ao longo de décadas, constituem fenómenos integrantes do quotidiano de vários países africanos em desenvolvimento, são potenciados e perpetuados pelas situações de pobreza e de declínio económico que os caracteriza. O nexo de causalidade circular entre as guerras civis e o subdesenvolvimento traduz um ciclo vicioso que mantém os países mais pobres reféns da “armadilha do conflito” que os condiciona e dificulta a implementação de medidasde promoção do desenvolvimento. Este ciclo vicioso constitui uma “inversão do desenvolvimento” e evidencia como legado de uma guerra civil a grande probabilidade de ocorrência de uma outra guerra civil. Não obstante a relação de causa-efeito frequentemente estabelecida entre o fraccionamento étnico-linguístico e a ocorrência de conflitos violentos, são os factores de ordem económica (nomeadamente a sobre-dependência relativamente à exportação de recursos naturais de grande valor) os principais elementos indutores da conflitualidade armada em África. Ademais, a propagação transfronteiriça destes conflitos intra-estatais, através dos fenómenos de “spill over” e “spill into”, é maximizada por um conjunto de redes (militares, económicas, políticas e sociais) que se tendem a estabelecer entre estados contíguos. Deste modo, independentemente dos factores, agentes e acções potencialmente na origem dos conflitos, as suas consequências serão internacionalizadas colocando em causa a estabilidade regional.
Armed conflicts that, throughout the decades, have been an integrant phenomenon of several developing countries are boosted and perpetuated by the situation of poverty and economic decline that characterizes them. The circular causal link between civil wars and the situations of poverty and economic decline translates a vicious cycle that keeps the poorest countries hostage of a “conflict trap” that conditions them and obstructs the implementation of development promotion policies. This vicious cycle constitutes “development in reverse” and shows as legacy of a civil war the great probability of outbreak of another civil war. Despite the cause and effect relationship frequently established between ethno-linguistic fractionalization and violent conflicts, economic factors (and the strong dependence on the export of primary commodities are the main elements that induce armed conflicts in Africa. Hence, the cross-border spread of these intra-state conflicts, through the “spill over” and “spill into” phenomena is maximized by military, economic, political and social networks that tend to be established among neighbouring states. In this context, regardless of the factors, agents and actions in the origin of the conflicts, their consequences will be internationalized, jeopardizing regional stability.
Descrição: Africanologia : Revista Lusófona de Estudos Africanos
URI: http://hdl.handle.net/10437/112
ISSN: 1645-9970
Aparece nas colecções:Africanologia : Revista Lusófona de Estudos Africanos nº 01

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
iris_brito.pdf84.61 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.