Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/10253
Título: Vinculação do adulto, aceitação e valorização do cônjuge: relação com a estabilidade da relação conjugal
Autores: Nazaré, Bárbara, orient.
Chaskelmann, Maria José Vasconcelos Neves
Palavras-chave: MESTRADO EM PSICOLOGIA CLÍNICA E DA SAÚDE
PSICOLOGIA
PSICOLOGIA DA SAÚDE
VINCULAÇÃO
CONJUGALIDADE
RELACIONAMENTOS CONJUGAIS
PSYCHOLOGY
HEALTH PSYCHOLOGY
ATTACHMENT
MARITAL RELATION
MARITAL RELATIONSHIPS
Data: 2020
Resumo: A conjugalidade diz respeito a uma díade conjugal que compreende uma complementaridade e uma adaptação recíproca, dois elementos primordiais para o funcionamento desta díade. Os objetivos deste estudo foram explorar a relação entre características pessoais (ansiedade e evitamento) e relacionais (valorização e aceitabilidade do comportamento do companheiro) e a estabilidade da relação conjugal; e comparar mulheres e homens nestas variáveis. A amostra foi composta por 78 participantes e os dados foram recolhidos online e em papel através de questionários de autorrelato. Os resultados demonstraram correlações entre a estabilidade da relação conjugal e a vinculação evitante; valorização do/a companheiro/a e a aceitabilidade de vários comportamentos do/a companheiro. A vinculação ansiosa foi preditora da estabilidade da relação conjugal, assim como a aceitabilidade dos comportamentos de violação e de exigência. Não se verificaram diferenças entre homens e mulheres nas variáveis estudadas. Os dados observados podem contribuir para a intervenção clínica, nomeadamente na terapia de casal, com o objetivo de promover relações conjugais mais estáveis e duradouras.
Conjugality concerns a marital couple that compromise a complementarity and a reciprocal adaptation, two main elements that enables the couple to function. This study meant to explore the relation between personal characteristics, such as anxiety and avoidance and relational characteristics, such as appreciation and acceptance of partner`s behaviour and marital stability; also compare differences between men and women according these variables. A total of 78 individuals participated in this study that answered self-report questionnaires via internet or in paper. The results revealed the existence of correlations between the marital stability and avoidance attachment, gratitude towards the partner and acceptance of partner´s behaviour. Anxious attachment and acceptance of partner´s behaviour, on both violation and demand behaviour, demonstrated to be predictors of marital stability. This survey revealed no differences between men and women concerning these variables. The results can contribute to clinical intervention, such as couple therapy in order to promote more stable marital relationships that will endure in time.
Descrição: Orientação: Bárbara Nazaré
URI: http://hdl.handle.net/10437/10253
Aparece nas colecções:BIBLIOTECA - Dissertações de Mestrado
Mestrado em Psicologia Clínica e da Saúde

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação mestrado Maria José V.N.Chaskelmann 1.pdfDissertação de Mestrado438.24 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.