Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10437/10248
Título: Perspetiva sobre os maus-tratos a crianças e jovens – um estudo de psicologia forense
Autores: Poiares, Carlos Alberto, orient.
Costa, Fátima Carolina Barros da
Palavras-chave: MESTRADO EM PSICOLOGIA FORENSE
PSICOLOGIA
PSICOLOGIA FORENSE
CRIANÇAS
MAUS-TRATOS INFANTIS
PSYCHOLOGY
FORENSIC PSYCHOLOGY
CHILDREN
CHILD ABUSE
Data: 2020
Resumo: Nas últimas décadas, o conhecimento sobre as consequências da violência exercida nas crianças aumentou, advertendo que as consequências negativas dos maus-tratos na infância podem persistir até à idade adulta e causar um impacto social significativo. É então fundamental abordar esta problemática, mas mais do que isso é urgente e prioritário identificar as principais causas inerentes a este problema de modo a que seja possível elaborar um conjunto de medidas eficazes no combate e prevenção aos maus-tratos infantis. Neste contexto, a seguinte investigação baseia-se em casos concretos de crianças vítimas de maus-tratos, com o objetivo de compreender o fenómeno, e consequentemente encontrar formas de preveni-lo. Este estudo comporta uma abordagem de carácter quantitativo, nomeadamente uma análise processual de um total de 50 processos acompanhados na Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Loulé. O instrumento utilizado para análise da presente investigação foi o Questionário de Análise de Maus-Tratos a Crianças (QA-MTC), construído para a elaboração desta dissertação. Os resultados obtidos apontam para uma grande maioria de ocorrências de situações de maus-tratos a crianças em ambientes familiares caraterizados por situações de violência doméstica com abuso de álcool associado, com baixo nível de escolaridade, assim como socioeconomicamente desfavorecidos, apresentando-se na sua maioria em situação de desemprego, provenientes de contextos desfavorecidos.
In recent decades, knowledge about the consequences of violence against children has increased, warning that the negative consequences of child maltreatment may persist into adulthood and have a significant social impact. It is therefore essential to approach this problem, but more than that it is urgent and a priority to identify the main causes inherent to this problem so that a set of effective measures to combat and prevent child maltreatment can be developed. In this context, the following investigation is based on concrete cases of child victims of maltreatment, with the aim of understanding the phenomenon and, consequently, finding ways to prevent it. This study includes a quantitative approach, including a procedural analysis of a total of 50 cases followed at the Loulé Commission for the Protection of Children and Youth (CPCJ). The instrument used for the analysis of the present investigation was the Questionnaire of Analysis of Maltreatment to Children (QA-MTC), constructed for the elaboration of this dissertation. The results obtained point to a large majority of occurrences of maltreatment situations in children in family environments characterized by situations of domestic violence with associated alcohol abuse, with low level of schooling, as well as socioeconomically disadvantaged, presenting mostly in situations of unemployment, from disadvantaged social districts.
Descrição: Orientação: Carlos Poiares
URI: http://hdl.handle.net/10437/10248
Aparece nas colecções:Biblioteca - Dissertações de Mestrado
Mestrado em Psicologia Forense

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
FINAL - Perspetiva sobre os MT a Crianças e Jovens.pdfDissertação de Mestrado796.93 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.