Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/10231
Título: Relatório do estágio no Laboratório de Otimização do Rendimento do Sporting Clube de Portugal na Época Desportiva 2015/2016 na equipa de futebol Sub-17
Autores: Massuça, Luís Miguel Rosado da Cunha, orient.
Silva, Pedro Filipe Correia Rodrigues da
Palavras-chave: MESTRADO EM TREINO DESPORTIVO
DESPORTO
EDUCAÇÃO FÍSICA
TREINO DE JOVENS
FORÇA MUSCULAR
FLEXIBILIDADE MUSCULAR
RESISTÊNCIA FÍSICA
VELOCIDADE
FUTEBOL
TREINO DESPORTIVO
SPORT
PHYSICAL EDUCATION
YOUTH COACHING
MUSCULAR STRENGTH
MUSCULAR FLEXIBILITY
ENDURANCE
SPEED
FOOTBALL
SPORTS COACHING
Data: 2020
Resumo: O relatório relata o trabalho realizado no departamento de treino das qualidades físicas do Sporting Clube de Portugal (S.C.P.), no Laboratório de Otimização do Rendimento (L.O.R.), na época desportiva 2015/2016, na equipa de futebol Sub-17. O desenvolvimento dos atletas nos seus mais variados parâmetros é o principal objetivo da formação do S.C.P, não só formar atletas, mas acima de tudo formar Homens. Cada departamento tem a sua finalidade no longo processo que é o desenvolvimento dos jovens atletas de futebol. O L.O.R. por sua vez é responsável pelo desenvolvimento das qualidades físicas dos atletas, vulgo ‘’trabalho físico’’. Os seus membros são responsáveis pelo planeamento das sessões de treino, com vista à melhoria das qualidades físicas, recuperação de lesões e de esforços depois dos jogos, aspetos nutricionais, entre outros. Dependendo do escalão em que o atleta se insere, está estipulado um tipo base de trabalho. Nos escalões mais novos, o trabalho centra-se muito na coordenação e com o avançar da idade começa a dar-se primazia a outras vertentes, como a hipertrofia e força máxima, sem nunca descurar as restantes vertentes. Para além do trabalho geral, são realizadas baterias de testes físicos, duas a três vezes ao ano, para se compreender quais as necessidades especificas de cada jogador e dessa forma elaborar um trabalho individual, os testes visam em analisar os índices de força, flexibilidade, resistência e velocidade. Nesta época em concreto foram realizados dois momentos de avaliação, pré-época (Julho) e a meio da época (Março). No fim do ano foi realizada uma análise dos resultados e podemos observar que os atletas melhoraram os parâmetros analisados. Um fato curioso foi que os atletas não residentes na academia tiveram melhores resultados nos testes de força de membros inferiores, ao passo que os atletas residentes melhoraram os resultados dos testes mais ligados ao jogo (velocidade, agilidade e VO2máx).
The goal of this report is showcase the work developed by the department of physical qualities of Sporting CP, taken place on the Lab for Performance Optimization (L.O.R) during the season of 2015/2016, on the U17 team. The development of its athletes and their various skills, is, and has always been, the primary focus of Sporting Clube de Portugal’s academy. In that, is also the aim on bringing up athletes as true Men. Each department has its own specific goal during the long process that is the development of the football athlete. The L.O.R is responsible for the development of the physical attributes of the athletes, in other words, the ‘’physical work’’. Members of these department are responsible for planning training sessions focusing the improvement of physical qualities (PQ), recovering from injuries and postmatch muscle exhaustion, nutritional advice (meal and supplements), plus more. Considering the age level of these athletes, there is a preset work structure method. In the younger teams, much is geared towards team coordination, while later, the focus starts to spread into other traits (adding more without subtracting or lessen already acquired traits), such as, hypertrophy maximum strength. Beyond the general work, two to three times a year, there will be benchmark scoring tests performed to identify specific needs of each player, and as such allowing for a more individual work plan for each athlete, the tests aim to analyze the strength, flexibility, endurance and speed indexes. In this particular season, we carried out two evaluation moments, pre-season (July) and mid-season (March). At the end of the year, an analysis of the results was carried out and we can see which are the best analysis parameters. A curious fact was that nonresident athletes had better results in lower limb strength tests, while resident athletes improved the results of tests more associated with the game (speed, agility and Vo2max).
Descrição: Orientação: Luís Miguel Rosado da Cunha Massuça ; co-orientação: Carlos Bruno Charrua
URI: http://hdl.handle.net/10437/10231
Aparece nas colecções:BIBLIOTECA - Dissertações de Mestrado
Mestrado em Treino Desportivo

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RFinal PedroSilva-LM20200212.pdfDissertação de Mestrado1.5 MBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.