Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/10164
Título: Anaplasma phagocytophilum: repercussão da infecção da fauna silvestre em cães e gatos de uma zona endémica
Anaplasma phagocytophilum: repercussion of wildlife infection in dogs and cats in an endemic area
Autores: Trincheiras, Joana
Martins, Ângela
Santos-Silvas, M.
Alves, Maria Margarida Ferreira
Santos, A.
Palavras-chave: VETERINÁRIA
MEDICINA VETERINÁRIA
FELÍDEOS
CANÍDEOS
BACTÉRIAS
IXODÍDEOS
CÃES
GATOS
VETERINARY MEDICINE
FELIDS
CANIDS
BACTERIA
IXODIDAE
DOGS
CATS
Data: 2020
Editora: Edições Universitárias Lusófonas
Resumo: A população silvestre pode albergar uma elevada densidade de ixodídeos associados à transmissão de agentes patogénicos. Este facto é particularmente importante quando se assiste ao aumento descontrolado das populações silvestres, como se verifica, actualmente, com os javalis em Portugal. O presente estudo, procurou detectar evidências de infecção activa por Anaplasma phagocytophilum, agente zoonótico cuja transmissão poderá estar potenciada com o aumento da população de javalis no Parque Natural da Serra da Arrábida (PNSA). Foram estudados 21 javalis de três populações distintas, 35 cães e um gato com sinais clínicos, laboratoriais e/ou epidemiológicos compatíveis com doença associada a ixodídeos, atendidos no Hospital Veterinário da Arrábida (HVA) e 80 ixodídeos, capturados na vegetação (N=61) ou a parasitar animais (N=19) em áreas do PNSA. A pesquisa de ADN bacteriano foi realizada por PCR convencional genérico para Anaplasma/Ehrlichia e por PCR em tempo real específico para A. phagocytophilum. Embora em nenhuma das amostras tenha sido possível identificar reacções positivas as restrições temporais e espaciais deste estudo exploratório reforçam a importância de se realizar uma vigilância epidemiológica mais abrangente de agentes patogénicos associados a ixodídeos no PNSA.
Wildlife can harbor a high density of ixodes ticks involved in the transmission of pathogens. This is of particular importance when we assist to an uncontrolled growth of wild animal populations, as is currently the case of wild boars in Portugal. The present study aimed to detect evidence of active infection caused by these bacterial agents, namely A. phagocytophilum, a zoonotic agent whose transmission may be enhanced by the increase of wild boar population in Serra da Arrábida Natural Park (SANP). Twenty-one wild boars from three different population, 36 companion animals (35 dogs and one cat), with clinical, laboratorial and/or epidemiological signs compatible with tick-borne diseases, attended at Arrábida Veterinary Hospital, and 80 ixodids captured either in the vegetation (N = 61) or parasitizing companion animals (N = 19) in the SANP area were included in this study. A generic PCR for Anaplasma / Ehrlichia spp. and a realtime PCR specific for A. phagocytophilum were performed. Despite the absence of A. phagocytophilum DNA amplification in all studied samples, it should be noted, that the timing and geographical limitations of sampling highlight the importance of a deep epidemiological surveillance of ixodid-borne agents in SANP.
Descrição: Revista Lusófona de Ciência e Medicina Veterinária
URI: http://hdl.handle.net/10437/10164
Aparece nas colecções:Revista Lusófona de Ciência e Medicina Veterinária Vol. 10 (2020)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
7012-Texto do artigo-20337-1-10-20200127.pdfArtigo600.99 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.