Utilize este identificador para referenciar este registo: https://recil.grupolusofona.pt/handle/10437/10156
Título: A análise de textura é uma ferramenta útil para caracterizar o perfil biomecânico cutâneo
Texture analysis is a useful tool to characterize the cutaneous biomechanical profile
Autores: Silva, Henrique
Rego, Francisco
Francisco, Rafaela
Rodrigues, L. Monteiro
Palavras-chave: MEDICINA
BIOMECÂNICA
PELE
MEDICINE
BIOMECHANICS
SKIN
Data: 2019
Editora: Edições Universitárias Lusófonas
Resumo: A pele apresenta propriedades viscoelásticas, que lhe permitem sofrer deformação em praticamente todas as direcções, sem sofrer quebra. A maioria dos aparelhos de quantificação da viscoelasticidade sofrem da desvantagem de avaliar uma gama limitada de ângulos. O Cutiscan® CS 100 é um dispositivo introduzido recentemente que permite quantifica a viscoelasticidade da pele através da sucção da pele e gravação em vídeo do seu subsequente deslocamento. Foram obtidos vídeos de deslocamento da pele (basal - 0.50s; sucção - 0.50-2.50s; recuperação - 2.50-3.00s) de dez voluntários do sexo feminino (24,5 ± 6,2 anos) da superfície anterior do antebraço, após consentimento informado por escrito. Os vídeos foram decompostos nas suas imagens correspondentes, nas quais foi selecionada uma região de interesse na qual foram calculados vários parâmetros de análise de textura (AT) - entropia, contraste, correlação, energia, homogeneidade. Durante a sucção a entropia e correlação aumentaram significativamente, enquanto que a energia diminuiu significativamente. O contraste e a homogeneidade não sofreram alterações significativas. Durante a recuperação a entropia e correlação permaneceram significativamente elevadas em relação à fase basal, o que sugere que não ocorreu uma recuperação completa. Estes resultados parecem confirmar a utilidade da AT para fins de quantificação da viscoelasticidade cutânea com base em vídeos de deslocamento, o que justifica desenvolvimentos futuros.
Skin displays viscoelastic properties, which allow it to sustain deformation in virtually all directions without breaking. Most devices to quantify viscoelasticity suffer from the drawback of assessing only a limited range of angles. Cutiscan® CS 100 is a recently introduced device that allows quantification of skin viscoelasticity by creating skin suction and recording the consequent displacement in a video. Displacement videos (baseline – 0.50s; suction – 0.50-2.50s; recovery – 2.50-3.00s) of ten female subjects (24.5 ± 6.2 y.o.) were obtained on the volar surface of the forearm after informed written consent. Videos were decomposed into their corresponding frames, of which a region of interest was selected and several texture analysis (TA) parameters were calculated – entropy, contrast, correlation, energy, homogeneity. During suction entropy and correlation increased significantly, while energy decreased significantly. Contrast and homogeneity changed without significance. During recovery the entropy and correlation remained significantly elevated relative to baseline, suggesting that a full recovery did not take place. These results seem to confirm the usefulness of texture analysis for the purposes of skin viscoelasticity quantification based on skin displacement videos, which justifies further developments.
Descrição: Biomedical and biopharmaceutical research : jornal de investigação biomédica e biofarmacêutica
URI: http://hdl.handle.net/10437/10156
ISSN: 2182-2379
Aparece nas colecções:Biomedical and Biopharmaceutical Research Vol.16 n.º2 (2019)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Art5.pdfArtigo544.86 kBAdobe PDFVer/Abrir


Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.