Comparando os componentes espectrais de sinais de fluxometria por laser doppler e fotopletismografia para a avaliação da resposta vascular à hiperóxia

DSpace/Manakin Repository

Comparando os componentes espectrais de sinais de fluxometria por laser doppler e fotopletismografia para a avaliação da resposta vascular à hiperóxia

Show full item record

Title: Comparando os componentes espectrais de sinais de fluxometria por laser doppler e fotopletismografia para a avaliação da resposta vascular à hiperóxia;
Comparing the spectral components of laser Doppler flowmetry and photoplethysmography signals for the assessment of the vascular response to hyperoxia
Author: Silva, Henrique; Bento, Mariana; Vieira, Helena; Rodrigues, L. Monteiro
Abstract: A pele é um órgão ideal para gravar sinais vasculares complexos, sendo a fluxometria por laser Doppler (FLD) e a fotopletismografia (FPG) técnicas de quantificação vulgarmente utilizadas. A hiperóxia é um estímulo de provocação comumente utilizado, embora muitas questões permaneçam sem resposta quanto ao seu efeito sobre a microcirculação. Nos últimos anos muita atenção tem sido dada à modelação matemática de sinais fisiológicos, sendo a análise de componentes uma abordagem comum. O nosso objetivo foi o de caracterizar os perfis espectrais de FDL e FPG usando a transformada de wavelet (TW) para avaliar a resposta dos seus componentes a uma provocação de oxigénio a 100% sobre a microcirculação da pele. Foram registados sinais de FLD e FPG nos dedos dos pés de 10 indivíduos saudáveis (20,5 ± 3,1 anos), após terem dado o seu consentimento informado, antes, durante e após a respiração de uma atmosfera de oxigénio a 100%. Os sinais foram decompostos nas suas componentes principais com a TW. Seis componentes foram identificadas em ambos os sinais (cardíaca, respiratória, miogénica, simpática, endotelial dependente de NO e endotelial independente de NO) em posições espectrais idênticas. As atividades cardíaca, respiratória e miogénica aumentaram durante a hiperóxia em ambos os sinais, enquanto as atividades endoteliais originaram respostas diferentes. Estas discrepâncias sugerem que estas técnicas medem fenómenos diferentes e, portanto, podem não ser totalmente substituíveis. Estes resultados vêm reforçar a utilidade da TW na decomposição de sinais fisiológicos complexos. Estes resultados vêm reforçar a utilidade da TW na decomposição de sinais fisiológicos complexos. As atividades cardíaca, respiratória e actividades miogicas aumentou durante a hiperoxia em ambos os sinais, enquanto que as actividades endoteliais deu respostas diferentes. Estas discrepâncias sugerem que estas técnicas medem fenómenos diferentes e, portanto, pode não estar totalmente substituíveis. Estes resultados vêm reforçar a utilidade do WT na decomposição de sinais fisiológicos complexos.The skin is an ideal organ to record complex vascular signals, with laser Doppler flowmetry (LDF) and photop- lethysmography (PPG) being commonly used quantification techniques. Hyperoxia is a common provocation stim- ulus, although many questions remain unanswered regarding its effect on microcirculation. In recent years much attention has been given to the mathematical modelling of physiological signals, with component analysis being a common approach. We aimed to characterize the LDF and PPG spectral profiles using wavelet transform (WT) to evaluate their components’ response to a 100% oxygen provocation on skin microcirculation. We recorded LDF and PPG signals from the toes of 10 healthy subjects (20.5 ± 3.1 years old, after giving informed consent) before, during and after breathing an atmosphere of 100% oxygen. Signals were decomposed in their main components with the WT. Six components were identified in both signals (cardiac, respiratory, myogenic, sympathetic, endothelial NOdependent and endothelial NO-independent) in identical spectral positions. The cardiac, respiratory and myogenic activities increased during hyperoxia in both signals, while endothelial activities gave different responses. These discrepancies suggest that these techniques measure different phenomena and, therefore, may not be entirely inter- changeable. These results reinforce the usefulness of WT in decomposing complex physiological signals.
Description: Biomedical and biopharmaceutical research : jornal de investigação biomédica e biofarmacêutica
URI: http://hdl.handle.net/10437/9975
Date: 2017


Files in this item

Files Size Format View Description
art7.pdf 497.7Kb PDF View/Open Artigo

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account