Determinação de endpoints relevantes para a avaliação in vivo da função barreira na saúde cutânea

DSpace/Manakin Repository

Determinação de endpoints relevantes para a avaliação in vivo da função barreira na saúde cutânea

Show full item record

Title: Determinação de endpoints relevantes para a avaliação in vivo da função barreira na saúde cutânea;
Determination of relevant endpoints to evaluate the in vivo barrier function in cutaneous health
Author: Alves, Emília; Rijo, Patrícia; Rodrigues, Luís Monteiro; Rosado, Catarina
Abstract: Este estudo pretende identificar endpoints para avaliar in vivo a função de barreira da pele, por métodos não invasivos, em indivíduos com atopia e em saudáveis, contribuindo assim para a consolidação de metodologias de estudo que possam ser depois aplicadas na avaliação da ação na saúde da pele de diferentes produtos de saúde e suplementos alimentares. Neste contexto, usou-se o modelo de indução de agressão cutânea com lauril sufato de sódio (LSS) seguido de avaliação da perda transepidérmica de água (PTEA) e do fluxo sanguíneo vascular da derme, por colorimetria e por fluxometria de laser Doppler (FLD), num grupo de voluntários saudáveis (n=15) e num grupo de atópicos (n=5). Os voluntários saudáveis apresentaram uma PTEA basal ligeiramente superior aos atópicos. Na pele sem intervenção, os valores basais não sofreram alteração, 24h após indução da irritação, em ambos os grupos (p <0,05). Na pele tratada com LSS, no mesmo período, os valores apresentaram uma variação maior do que na zona controle (p <0,05), sendo maior no grupo atópico do que no grupo saudável. Os resultados confirmam que a avaliação das alterações cutâneas após agressão com LSS, por medição da PTEA permite uma boa apreciação da função de barreira da pele, quer em voluntários saudáveis quer em atópicos, e sugerem que a medição do eritema por colorimetria pode ser uma avaliação de suporte à robustez deses resultados.This work aims to identify endpoints to evaluate the in vivo barrier function of the skin by noninvasive methods in healthy and atopic individuals, thus contributing to the consolidation of methodologies that can be employed in later studies of the action on skin health of different health products and food supplements. In this context, the cutaneous aggression induction model using sodium lauryl sulphate (SLS) was used, followed by evaluation of transepidermal water loss (TEWL) and vascular blood flow of the dermis by colorimetry and laser Doppler flowmetry (LDF), in a group of healthy volunteers (n = 15) and in a group with atopic dermatitis (n = 5). The healthy individuals presented a basal TEWL slightly superior to the atopic group. In skin without intervention, baseline values did not change, 24 hours after induction of irritation, in both groups (p <0.05). In the aggressed skin, in the same period, values presented a higher variation than that of the control zone (p <0.05), being greater in the atopic than in the healthy group. Results confirm that measurement of TEWL after SLS aggression allows a good assessement of skin barrier function in both healthy and atopic subjects and suggest that erythema may be a measure of support for the robustness of the results.
Description: Biomedical and biopharmaceutical research : jornal de investigação biomédica e biofarmacêutica
URI: http://hdl.handle.net/10437/9839
Date: 2019


Files in this item

Files Size Format View Description
art9.pdf 380.0Kb PDF View/Open Artigo

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account