Avaliação do parasitismo gastrointestinal de equinos estabulados através das técnicas mcmaster e mini-flotac

DSpace/Manakin Repository

Avaliação do parasitismo gastrointestinal de equinos estabulados através das técnicas mcmaster e mini-flotac

Show full item record

Title: Avaliação do parasitismo gastrointestinal de equinos estabulados através das técnicas mcmaster e mini-flotac
Author: Ferreira, Raquel Margarida Castro
Abstract: Este estudo incidiu sobre a avaliação do parasitismo gastrointestinal de um grupo de equinos estabulados na Escola das Armas, Mafra, por meio das técnicas de McMaster e Mini-FLOTAC, comparando os seus respetivos resultados. O estudo foi composto por 30 animais, com idades compreendidas entre os 5 e os 24 anos das raças Lusitana, Cruzada Portuguesa, Puro Sangue Inglês e Puro Sangue Árabe. O sexo predominante o masculino. O estudo decorreu num período de 4 meses, com um total de 10 análises fecais. As amostras foram submetidas as técnicas qualitativas de Willis e Sedimentação Simples e as técnicas quantitativas de McMaster e Mini-FLOTAC e coprocultura. O OPG médio anterior à desparasitação foi 472 OPG através da técnica de McMaster e 351 com a técnica de Mini-FLOTAC. Pela técnica de McMaster observou-se que 76,7% dos animais encontravam-se positivos e pela técnica de Mini-FLOTAC observou-se 93% positivos para infeção por estrongilídeos gastrointestinais. Pela técnica de McMaster foi determinado o grau de infeção por estrongilídeos: 53,3% para infeções baixas, 20% para infeções moderadas e 26,7% para infeções altas. Através da técnica Mini-FLOTAC foram observadas 66,7% de infeções baixas, 10% de infeções moderadas e 23,3% de infeções altas. A técnica de Willis confirmou a presença de ovos de estrongilídeos, enquanto a técnica de Sedimentação permitiu a identificação de ovos de Parascaris spp. e oocistos de Eimeria leuckarti. Após a desparasitação com ivermectina todos os equinos foram examinados através das técnicas de McMaster e Mini-FLOTAC para comprovação do TRCOF que resultou em 100% de eficácia pela técnica McMaster e 99,7% obtido pelo Mini-FLOTAC. As coproculturas revelaram a maior prevalência do género Cyathostomum spp. Este estudo identificou a técnica de Mini-FLOTAC como mais exata e precisa quando comparada com a técnica de McMaster.This study focused on the evaluation of the gastrointestinal parasistism in a group of equines stabled in Escola das Armas, Mafra, using the McMaster and Mini-FLOTAC while comparing both techniques. The studied sample consisted on a total of 30 animals, aged between 5 and 24 years old, whose breeds were Lusitanos, Portuguese Cross Horses, Tthoroughbred and Arabian. The predominant gender were males. This study was developed during 4 months, with a total of 10 fecal analysis. The samples were analyzed through the Willis and Simple Sedimentation technique and also the quantitative McMaster and Mini-FLOTAC technique. In the period prior to deworming, the EGP were 472 with the McMaster technique and,351 with the Mini-FLOTAC. Using the McMaster technique 76,7% were positive for EPG while 93% were positive on Mini-FLOTAC technique. On the Mini-FLOTAC technique 66,7% were low infections, 10% were moderate and 23,3% were high. The Willis technique confirmed the presence of strongyles eggs, while the Sedimentation technique allowed the identification of Parascaris spp. eggs and Eimeria leuckarti oocysts. After the deworming with ivermectin all the equines were examined through the McMaster and Mini-FLOTAC techniques to compare the results of the FECRT (Fecal Egg Count Reduction Test) shown 100% efficacy using McMaster technique and 99,7% using the Mini-FLOTAC technique. The coprocultures revealed the prevelance of Cyathostomum spp. This study concluded that the Mini-FLOTAC is a more exact and precise technique when compared with the McMaster technique.
Description: Orientação: Ana Maria Duque de Araújo Munhoz ; co-orientação: Gonçalo José Carmona Santana Paixão
URI: http://hdl.handle.net/10437/9641
Date: 2019


Files in this item

Files Size Format View Description
Raquel Margarida Castro Ferreira.pdf 1.511Mb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account