Segundas fachadas como superfícies de mediação

DSpace/Manakin Repository

Segundas fachadas como superfícies de mediação

Apresentar o registro completo

Título: Segundas fachadas como superfícies de mediação
Autor: Maia, Danilo Sá
Resumo: A fachada é o escudo do edifico, a superfície de mediação entre o exterior e o espaço interior, que lhe confere vida, textura, forma e cor. Ao longo da História da Arquitectura a fachada foi conhecendo diferentes formulações, que evoluíram a par de novas descobertas construtivas com o progresso das consequentes formas arquitectónicas. A redução do vão controlava a quantidade de perdas energéticas para o exterior. Posteriormente, o rompimento da parede deu origem a novos estilos de fachadas, mais elaboradas. A disposição de novas tecnologias e materiais tornou a fachada num elemento independente em relação ao edifício. Actualmente, a pele consiste no rosto do edifício, um elemento que não apenas o protege assim como procura resolver a sua imagem. As características únicas e singulares de uma segunda fachada, proporcionadas pelo trabalho, empenho e imaginação dos arquitectos da actualidade, tornam os edifícios verdadeiros ícones fazendo com que sejam reconhecidos e admirados pela sua imagem. Com base em casos de referência pretende-se analisar características comuns e particulares, tais como, localização, materiais e conceitos, de forma a extrair elementos fundamentais na concepção projetual. O projecto a desenvolver na Rua Augusto Rosa, no Porto, permite aplicar os conhecimentos extraídos do estudo efectuado, que se reflectem tanto no desenho da fachada como na sua concepção funcional. Para sintetizar as soluções aplicadas recorre-se a modelos tridimensionais para simular a relação que a pele do edifício estabelece na sua percepção espacial.Palavras-Chave: Segundas fachadas; peles; edifício; luminosidade; térmica; Invólucro. The building’s facade is the shield, the mediation surface between the exterior and the interior; it’s what gives it life, texture, form and color. Throughout the history of Architecture the facade has had different concepts, that have evolved as new construction processes were discovered and with the progress of architectural forms that followed. The reduction of the opening controlled the quantity of energetic loss to the outside. Later on, with the usage of a bigger opening in the wall originated new facade styles, further elaborated. The availability of new technologies and materials has made the façade an independent element of the building. Nowadays, the skin is the face of the building, an element that not only protects but also defines its image. The unique and singular characteristics of a second facade, provided by the work, commitment and imagination of today’s architects, transform the buildings in true icons making them recognizable and admired by their image. Using as basis reference cases, the thesis endeavors to analyze common and specific characteristics, such as, local, materials and concepts, to extract the fundamental elements in project conception. The case project in Rua Augusto Rosa, in Porto, allows the usage of knowledge learned with the developed study, which focuses in façade design as well as its functional conception. In summary, the solutions applied rely on 3D models to simulate the relation between the skin and the spatial conception of the building.
Descrição: Orientação: Lígia Nunes
URI: http://hdl.handle.net/10437/9168
Data: 2014


Arquivos neste Item

Arquivos Tamanho Formato Visualizar Descrição
Temporario02.pdf 53.95Kb PDF Visualizar/Abrir Dissertação de Mestrado

Este Item aparece na(s) seguinte(s) Coleção(ções)

Apresentar o registro completo

Todo o Repositório


Pesquisa Avançada

Visualizar

Minha conta