Qualidade de vida e stresse : um estudo com gestores da Fundação de Atendimento Socioeducativo do Estado de Pernambuco, Brasil

DSpace/Manakin Repository

Qualidade de vida e stresse : um estudo com gestores da Fundação de Atendimento Socioeducativo do Estado de Pernambuco, Brasil

Show full item record

Title: Qualidade de vida e stresse : um estudo com gestores da Fundação de Atendimento Socioeducativo do Estado de Pernambuco, Brasil
Author: Batista, Marineide da Silva
Abstract: No Brasil, muitos são os estudos sobre qualidade de vida e stresse disponibilizados na comunidade científica. Todavia, com gestores do Sistema de Atendimento Socioeducativo, nenhuma investigação neste campo temático, até então, foi encontrada. Este estudo objetivou analisar a relação entre a qualidade de vida e o stresse em gestores das unidades de atendimento socieducativo da FUNASE/PE/BRASIL, diante dos indícios de adoecimento que vêm revelando. Foram avaliados 34 gestores das seguintes unidades de trabalho: UNIAI, CENIPs, CASEMs, CASEs e CPP. Os sujeitos foram subdivididos em dois grupos: o primeiro, constituído por gestores dos CASEs (FOCO DO ESTUDO, n=17), unidades que atendem adolescentes/jovens sob medida de internação. O segundo (CONTROLE, n=17), por gestores da UNIAI, CENIPs, CASEMs e do CPP. Os instrumentos utilizados foram: Inventário de Qualidade de Vida de Lipp e Rocha (IQV; e Inventário de Sintomas de Stress em Adultos de Lipp (ISSL. Os resultados deste estudo indicam que os gestores dos CASEs, de ambos os gêneros, apresentam maiores percentuais de indivíduos com insucesso na qualidade de vida, nos quadrantes social, profissional e da saúde, bem como de indivíduos com stresse, predominantemente físico e enquadrados na fase da resistência, quando comparados aos gestores do grupo controle. Esses resultados apontam para a necessidade de continuidade deste estudo, com vistas ao desenvolvimento de ações interventivas favorecedoras da melhoria da qualidade de vida desses profissionais, ao tempo em que suscita a necessidade de investigação junto a outras categorias profissionais.In Brazil, there are many studies about life’s quality and stress available in the scientific community. However, with the managers of Social educative system of attendance, no research in this subject field, until then, was found. This study aimed to analyze the relationship between life’s quality and the stress in managers of social educative unities of attendance of FUNASE/PE, Brazil, faced by the signs of illness that have been revealing. There were evaluated thirty-four managers of the following units of work: UNIAI, CENIPs, CASEMs, CASEs e CPP. The individuals were subdivided in two groups: the first, composed by CASEs’s managers (FOCUS OF THE STUDY, n=17), unities that attend teenagers tailored internment measure. The second (control, n=17), by managers of UNAI, CENIPs, CASEMs and of CPP. The instruments utilized were: Quality of Life inventory of Lipp and Rocha (F36); and Inventory of symptoms of stress in adults Lipp (ISSL). The results of this study indicate that CASEs's managers, of both genders, have a higher percentage of individuals with unsuccessful in quality of life, in social quadrants, professional and health as well as individuals with stress, physical and predominantly framed the stage of resistance, when compared to managers to the control group. These results point to the need to continuity of this study, with a view to developing interventional actions favoring the improvement of quality of life professionals at the time that raises the need for research along with other professional groups.
Description: Orientação : José Manuel Magalhães; co-orientação: Valdenilson Ribeiro Ribas
URI: http://hdl.handle.net/10437/8872
Date: 2014


Files in this item

Files Size Format View Description
Marineide Batista_Dissertacao_ISLA_MPSO_2014.pdf 1.676Mb PDF View/Open Dissertação de Mestrado

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account